Publicidade

Estado de Minas VACINÔMETRO

Minas bate marca de 500 mil vacinados contra a COVID-19

Governador Romeu Zema (Novo) comemorou dado, que considera apenas as aplicações da primeira dose, nas redes sociais


23/02/2021 21:23 - atualizado 23/02/2021 21:49

Mais cedo, manifestantes cobraram a não produção de vacinas na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em BH(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Mais cedo, manifestantes cobraram a não produção de vacinas na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em BH (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

 

Minas Gerais bateu, nesta terça (23/2), a marca de 500 mil pessoas vacinadas contra a COVID-19 com a primeira dose. O número exato, de acordo com painel do governo, é de 523.505 imunizados pela primeira vez.

 

Pelo Twitter, o governador Romeu Zema (Novo) comemorou o dado. Ele chamou os trabalhos da Saúde estadual de "maior operação de vacinação da história de Minas".

 

Quanto à segunda dose, Minas computa 206.136 pessoas com o esquema vacinal completo. São 1.104.457 imunizantes distribuídos para os 853 municípios.

 

Essa conta leva em consideração vacinas CoronaVac (Instituto Butantan/Sinovac Biotech) e AstraZeneca (Fiocruz/Oxford).

 

Nesta terça, Romeu Zema anunciou, também pelas redes sociais, a chegada de um novo lote de doses contra a virose.

 

“Minas receberá mais vacinas contra a COVID-19! O Ministério da Saúde garantiu o envio de 3,2 milhões de doses aos Estados. Até o final do dia, o Programa Nacional de Imunizações irá informar o quantitativo para Minas Gerais”, escreveu.

 

O governador também disse, em evento na Assembleia Legislativa, que vai comprar novas doses caso o governo federal não garanta a logística.

 

"Nós, governadores, nos unimos e estamos orçando fornecedores no exterior, para que os estados possam comprar. Estamos ampliando o leque. Caso o governo federal não atenda adequadamente, teremos alternativas”, afirmou.

 

Ainda nesta terça, manifestantes foram às ruas para cobrar a não produção de vacinas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), localizada em BH, mas administrada pela gestão Zema. 

 

Em janeiro, o Estado de Minas mostrou que o governo chegou a negociar com o laboratório chinês Sinopharm para fabricação de imunizantes na Funed. 

 

Porém, as negociações não deram certo depois de limitações diplomáticas dos gestores mineiros.  

 

Belo Horizonte

 

Em Belo Horizonte, a prefeitura vacinou 107.757 pessoas com a primeira dose e 53.334 com a segunda. Os dados fazem parte do boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura.

 

Na mesma toada, 106.678 pessoas receberam a primeira dose das vacinas.

 

Em relação ao balanço anterior, mais 1.079 pessoas receberam a primeira dose na cidade. Outras 1.568 tomaram a segunda.

 

São 224 pontos diferentes de aplicação da CoronaVac (Instituto Butantan/Sinovac Biotech) e da AstraZeneca (Fiocruz/Oxford) na cidade, entre hospitais, UPAs, Samu e centros de saúde.

 

Ainda conforme o levantamento da PBH, a cidade recebeu 242.220 doses das vacinas: 201.720 do Butantan e 40,5 mil da Fiocruz. Dessas, a prefeitura distribuiu 204.718.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade