Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: decreto fecha lojas, salões de beleza e academias em Araguari

Novas determinações valem por uma semana e estabelecem outras restrições na tentativa de conter o contágio pelo coronavírus na cidade


20/02/2021 11:30 - atualizado 20/02/2021 14:11

O varejo vai focar fechado para recebimento de público(foto: Divulgação/Prefeitura de Araguari)
O varejo vai focar fechado para recebimento de público (foto: Divulgação/Prefeitura de Araguari)
O comércio considerado não essencial terá que suspender o atendimento presencial em Araguari, no Triângulo Mineiro, por uma semana. O novo decreto, que passa a valer às 18h deste sábado, estabelece outras restrições em busca de diminuição do contágio de coronavírus na cidade.

Com a nova determinação, fica proibido o funcionamento de lojas de departamentos e variedades, comércio varejista, salões de beleza e estética, setores de livros, papelarias, móveis, tecidos, setores de produtos agrícolas, atividades esportivas e atividades de recreação e lazer.

“As medidas mais rígidas aplicadas ao comércio, principalmente aquele considerado não essencial foram tomadas pela administração do município com base nos altos índices de mortalidade no município de pacientes com COVID-19, ocupação total de leitos de UTI e a dificuldade de encaminhar pacientes para outras localidades da região, que está toda operando no limite”, informou a Prefeitura.

O varejo de maneira geral vai ficar fechado para recebimento de público, podendo atender de maneira remota. Ao mesmo tempo academias e clubes deverão suspender atividades.

O ensino particular que havia sido aprovado para funcionamento, em séries iniciais e em condições extremamente restritivas, também ficam suspensas pelo período de sete dias.

Vendas de bebidas alcoólicas ficam vedadas no fim de semana, podendo voltar entre segunda e sexta-feira até às 18h, não podendo haver nem serviço de entrega desse tipo de produto. Distribuidoras devem ser manter fechadas e mercados não poderão oferecer as bebidas.

O setor de alimentação sofre alterações na forma de atendimento ao consumidor, com menos venda direta e maior possibilidade de atender o cliente por telefone, aplicativos ou e-commerce e com serviço de entrega. O decreto aponta que restaurantes podem atender todos os dias, mas entre 11h e 14h30 e sem consumo no local, usando a modalidade de retirada ou entrega. 

O que pode

Conforme o plano, fica permitido o funcionamento dos setores de bancos e seguros, construção civil e afins, fábrica, energia, extração, produção siderúrgica e afins, farmácias, telecomunicação, comunicação e imprensa, transporte, veículos e correios, tratamento de água, esgoto e resíduos, hotéis, atividades jurídicas, administrativas e contábeis, educação superior e transporte coletivo.

Araguari tem 7.961 casos de COVID-19 e 203 mortes confirmadas pela doença. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 75%. Segundo o chefe de gabinete da prefeitura, Flávio Soares, em uma semana é possível rever as restrições. “Tudo isso vai depender da evolução da doença no município. A gente espera é que ela recue e a gente possa passar por uma fase mais confortável”, afirmou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade