Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO

Profissionais da linha de frente recebem segunda dose da CoronaVac em Betim

Primeira dose do imunizante contra a COVID-19 está sendo aplicada em idosos que vivem em asilos e deficientes que moram em residências inclusivas


10/02/2021 17:20 - atualizado 10/02/2021 17:23

Profissionais do Cecovid-4 já estão recebendo a segunda dose da CoronaVac (foto: Prefeitura de Betim/Divulgação)
Profissionais do Cecovid-4 já estão recebendo a segunda dose da CoronaVac (foto: Prefeitura de Betim/Divulgação)
Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), tem cerca de 440 mil habitantes e já recebeu, ao todo, 13.982 doses de vacinas contra a COVID-19. Neste momento a cidade ainda está imunizando os primeiros grupos prioritários, que são os trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados envolvidos na linha de frente de atendimento aos pacientes com a doença, idosos de asilos e casas de repouso e profissionais dessas instituições, além de pessoas com deficiência, acima de 18 anos, que vivem em residências inclusivas. 
 
O primeiro lote da CoronaVac, do Instituto Butantan, chegou a Betim em 19 de janeiro, com 5.161 unidades para aplicação da dose inicial. Em 1º de fevereiro, foram entregues mais 670 unidades da CoronaVac e 2.990 da Astrazeneca, para aplicação da primeira dose, além de 5.161 imunizantes da CoronaVac para a segunda.
 
Em razão da pequena quantidade de doses disponibilizadas para o município, os primeiros grupos prioritários ainda estão recebendo as doses 1 da vacina.

Os trabalhadores da linha de frente do combate à COVID-19 dos Cecovids, que são o Hospital de Campanha e o Cecovid-4 (Centro de tratamento intensivo montado no Centro Materno Infantil), além do Samu, já estão recebendo a segunda dose da CoronaVac. 
 

Distribuição gradativa


De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as doses recebidas pelo município estão sendo cadastradas e distribuídas gradativamente, uma vez que a entrega e a aplicação são supervisionadas pela equipe da Central de Vacinas. 

“No momento, a secretaria está distribuindo as segundas doses para o público já vacinado, conforme cronograma, e segue com a distribuição da dose 1 para os primeiros grupos prioritários: trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de COVID-19; idosos institucionalizados e profissionais das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs); e pessoas com deficiência, acima de 18 anos, moradoras de residências inclusivas (institucionalizadas)", informa.

Ainda segundo a secretaria, "à medida que novas doses de vacina forem disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, outros públicos prioritários serão contemplados”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade