Publicidade

Estado de Minas PIORA CLÍNICA

Uberaba: Oito pacientes de COVID-19 transferidos de Manaus estão na UTI

Dois pacientes do grupo estão em situação ainda mais grave, com mais de 90% dos pulmões comprometidos


26/01/2021 16:04 - atualizado 26/01/2021 16:29

Momento da chegada de um dos 18 pacientes de Manaus que foram transferidos na noite deste domingo (24/01) ao Hospital Regional de Uberaba(foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
Momento da chegada de um dos 18 pacientes de Manaus que foram transferidos na noite deste domingo (24/01) ao Hospital Regional de Uberaba (foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)

Após saída e chegada em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na noite deste domingo (24/01) com quadros clínicos para internações em leitos de enfermaria, 8 dos 18 pacientes de Manaus com a COVID-19 tiveram piora de seu quadro clínico e foram transferidos para a UTI na noite dessa segunda-feira (25/01). 

 
 
Segundo o diretor técnico do Hospital Regional (HR) José Alencar, Diego Amad, dois deles, um homem e uma mulher, estão com mais de 90% dos pulmões comprometidos e foram intubados. De acordo com a direção do HR, as suas famílias já foram avisadas sobre a situação. 
 
“Os outros seis que estão na UTI se encontram com quadro clínico estável”, informou Amad que nessa segunda-feira (25/01) já havia adiantado que eles estavam com perfil para UTI, devido ao avanço da doença e à piora do quadro.
 
Em relação aos outros 10 pacientes, ainda segundo o diretor do HR, alguns já se encontram com respiração ambiente e saturação acima de 93%, o que sugere um bom prognóstico. “Todos os 10 estão estáveis”, comentou.
 

Sem contato com a família 

A direção do HR informou que os familiares de 14 pacientes estão recebendo informações diretamente da assistência social do hospital. No entanto, com relação aos outros quatro pacientes, a equipe tem encontrado dificuldades de contato
 
“Os pacientes não lembram os números e o que está registrado na ficha não atende ou aparece como desconhecido. Estamos trabalhando junto com a assistência social de lá para encontrar as famílias. que devem informar o número correto e indicar a pessoa que será a responsável por receber as informações”, explicou o diretor administrativo do HR, Frederico Guglielmi Ramos.
 
De acordo com o protocolo, apenas uma pessoa da família é cadastrada para receber informações, em razão da segurança do paciente e da própria família.
 
“Caso alguma família desses pacientes não tenha recebido informações, peço que procure a assistência social de Manaus, pois os dados de contato foram informados errados e precisam ser atualizados o mais rápido possível”, alertou. 
 
A decisão da transferência dos pacientes de Manaus em situação de leitos de enfermaria para Uberaba aconteceu após pedido do governo de Minas Gerais e uma longa reunião entre a Prefeitura de Uberaba, Comitê Técnico-Científico de Enfrentamento à COVID-19 e os vereadores, na última sexta-feira (22/12).
 
Desde o início do colapso no sistema de saúde de Manaus, mais de 200 pacientes já foram transferidos para outros estados. A estratégia faz parte de uma força-tarefa realizada por meio de uma cooperação interestadual, com o apoio do Ministério da Saúde e Força Aérea Brasileira (FAB). 

 

229 novos casos em 24 horas

 
Segundo o último boletim, divulgado na noite desta segunda-feira (25/01), Uberaba registrou 229 novos casos da doença em 24 horas e não registrou nenhum óbito. 
 
Dessa forma, já foram totalizados 12.128 casos confirmados da doença, sendo que destes 10.869 casos estão recuperados e 266 perderam a vida.
 
A ocupação dos leitos públicos está em 18% na UTI e 19% na enfermaria. Já na rede privada a ocupação é de 54% na UTI e 40% na enfermaria.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade