Publicidade

Estado de Minas SAÚDE

COVID-19 Varginha prorroga estado de emergência e adia volta às aulas

Novo decreto foi publicado nesta quarta-feira (13/1) e restringe diversas atividades para conter o avanço do novo coronavírus; aulas presenciais só em março


13/01/2021 19:10 - atualizado 13/01/2021 19:56

Prefeitura de Varginha está preocupada com aumento de casos de COVID-19(foto: Fundação Cultural de Varginha/Reprodução)
Prefeitura de Varginha está preocupada com aumento de casos de COVID-19 (foto: Fundação Cultural de Varginha/Reprodução)
O avanço da COVID-19 tem preocupado a administração pública de Varginha, no Sul de Minas. Um novo decreto restringindo diversas atividades foi publicado nesta quarta-feira (13/1). A prefeitura também adiou a volta das aulas presenciais para março.

 

De acordo com a prefeitura, o aumento dos casos do novo coronavírus é expressivo na cidade. Nesta quarta, o boletim municipal incluiu mais 103 pessoas infectadas – 37 homens e 66 mulheres. No total, o município soma 3.249 casos confirmados, com 54 mortes. No período de uma semana, foram 632 casos novos e mais dois óbitos registrados.

 

Com os dados em alta, a prefeitura publicou um novo decreto restringindo diversas atividades e também adiou a volta das aulas presenciais para março. “Em razão da prorrogação do estado de emergência em saúde pública no Município de Varginha, levado a efeito através do Decreto nº 10.173 de 17 de dezembro de 2020, decidimos manter a suspensão das aulas presenciais para até o dia 1º de março. Sendo assim, o retorno ocorrerá  em 2 de março”, explicou o prefeito Vérdi Melo.

 

O documento restringe o funcionamento para atendimento ao público de restaurantes, lanchonetes, bares, lojas de conveniências e afins, tanto da zona urbana, quanto da zona rural, até as 22h.

Após esse horário até a meia-noite, esses estabelecimentos podem atender por delivery ou retirada rápida no balcão, exceto bebida alcoólica.  

 

“Permitindo-se a entrada no estabelecimento até as 21h, observando-se os protocolos específicos disponibilizados pela Vigilância Sanitária Municipal, sob pena de fechamento compulsório e aplicação de demais sanções normativas”, completa.

Capacidade reduzida no shopping

 

O shopping da cidade só vai poder receber 30% da capacidade autorizada no alvará de funcionamento, observando-se os protocolos específicos da Vigilância Sanitária Municipal, sob pena de fechamento compulsório e aplicação de demais sanções normativas.

 

Os eventos festivos em geral ou os que provoquem aglomeração de pessoas, em áreas públicas ou privadas, sejam em sítios, boates, salões de festas, casas de espetáculos, áreas de clubes, e afins, ficam proibidos.

“As restrições aqui estabelecidas, com exceção das aulas presenciais, são válidas até 31 de janeiro de 2021, podendo, a qualquer momento, serem ampliadas ou reduzidas, uma vez que o monitoramento da evolução da pandemia causada pelo coronavírus e de seus efeitos é realizado diariamente”, afirma.

 

Aulas presenciais

 

A prefeitura também prorrogou o retorno das aulas presenciais de toda a rede de ensino, pública ou privada, municipal, estadual ou federal, em razão da prorrogação do estado de emergência em saúde pública.

De acordo com a prefeitura, as atividades prático-pedagógicas em laboratórios ou núcleos de estágio podem voltar em 1º de fevereiro, desde que os protocolos sanitários sejam seguidos. “Em especial, distanciamento de, no mínimo, 1,5m por aluno/estagiário, uso de máscaras de proteção das vias aéreas e álcool em gel”, diz.

 

Ainda segundo a prefeitura, as datas divulgadas podem sofrer alteração dependendo do cenário da pandemia:” Importante salientar que esta data poderá ser novamente alterada se houver recomendação sanitária que demonstre ser imprescindível a manutenção da suspensão das aulas presenciais, tudo a fim de se evitar o aumento exponencial no contágio e transmissão do coronavírus”.

 

 

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade