Publicidade

Estado de Minas SOCORRIDA COM VIDA

Mulher é arrastada por enchente e picada por cobra no mesmo dia em Minas

Vítima de 34 anos foi socorrida pelos bombeiros em cima de uma árvore. Caso aconteceu em Barbacena, na Região Central do estado


12/01/2021 21:27 - atualizado 13/01/2021 07:54

Distrito de Correia de Almeida ficou destruído após chuva dessa segunda (11/1)(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Distrito de Correia de Almeida ficou destruído após chuva dessa segunda (11/1) (foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Uma mulher de 34 anos viveu momentos de desespero em Barbacena, na Região Central de Minas Gerais, na noite dessa segunda (11). Uma enchente a arrastou e enquanto ela se agarrava em uma árvore para sobreviver também foi picada por uma cobra jararaca.

 

A história começa com um desafio dos bombeiros para chegar até o local do fato, o distrito Correira de Almeida, na Zona Rural de Barbacena.

 

Por causa de um engarrafamento, os militares precisaram contar com apoio da Via 040, concessionária da BR-040, e da Polícia Militar (PM) para conduzir a viatura na contramão da rodovia e ganhar tempo.

 

Assim que chegaram ao local, os oficiais se encontraram com um homem chamado Josimar, marido da vítima. Ele indicou o lugar onde a mulher havia sido vista pela última vez.

 

Porém, quando os bombeiros se preparavam para entrar na água viram a cobra presa a um galho.

 

Por isso, eles decidiram começar as buscas alguns metros depois daquele local.

 

Após alguns minutos, os militares ouviram gritos de socorro e avistaram a mulher. Ela estava presa em uma árvore, localizada em lugar de difícil acesso por causa da correnteza da enchente.

 

Portanto, os bombeiros precisaram traçar uma rota de salvamento com cordas para retirá-la daquele local com segurança.

 

Quando foi socorrida, a mulher estava debilitada, em estado de choque e com sinais de hipotermia.

 

Os militares então a aqueceram e conduziram ela até um ponto da BR-040, onde foram interceptados por uma viatura da Via 040 com um médico.

 

Essa viatura encaminhou a mulher até o hospital, onde ela chegou vivo e ficou sob cuidados da equipe de plantão.

Barbacena alagada 

Comunidade do distrito atingido se reuniu com prefeitura, bombeiros, PM e Defesa Civil na noite desta terça (12/1) para elaborar plano de ação(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Comunidade do distrito atingido se reuniu com prefeitura, bombeiros, PM e Defesa Civil na noite desta terça (12/1) para elaborar plano de ação (foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
 

 

A enchente que inundou o distrito de Correia de Almeida, em Barbacena, teve como causa uma tromba d’água, de acordo com os bombeiros.

 

O fenômeno é causado por uma grande quantidade de chuva que cai na cabeceira dos rios,o que eleva rapidamente o nível dos cursos d’água.

 

No caso da zona rural de Barbacena, a água chegou até 1,8 metro de altura, segundo o Corpo de Bombeiros. Várias pessoas ficaram ilhadas.

 

No último balanço da corporação, divulgado na noite desta terça (12/1), a chuva atingiu 33 casas. No total, 103 pessoas ficaram desalojadas, uma desabrigada e uma ferida, justamente a mulher picada pela cobra.

 

Apesar dos danos, ninguém morreu. Também não há registro de desaparecidos.

 

A corporação também vistoriou 27 casas dos distritos Correia de Almeida e Costas e empenhou 10 bombeiros militares.

 

Nesta terça, um helicóptero da Polícia Militar sobrevoou a região para avaliação dos danos.

 

Por volta das 19h, a comunidade se reuniu em uma igreja evangélica com o prefeito de Barbacena, Carlos Du (MDB), e outras autoridades.

 

O objetivo era traçar um plano de ação de apoio às famílias atingidas pela enchente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade