Publicidade

Estado de Minas PRECIPITAÇÃO EM ALTA

Bombeiros registram 21 quedas de árvores na Grande BH desde segunda-feira

Corporação também computou 40 vistorias de espécimes ameaçados de cair por efeito das chuvas dos últimos dias


12/01/2021 20:16 - atualizado 12/01/2021 20:48

(foto: Reprodução/BHTrans)
(foto: Reprodução/BHTrans)

 

As chuvas que atingem a Região Metropolitana de Belo Horizonte nos últimos dias acarretaram num crescimento das ocorrências ligadas à queda de árvores. De acordo com o Corpo de Bombeiros, em 38 horas, de 0h dessa segunda (11/01) até as 14h desta terça (12/01), 21 espécimes caíram na Grande BH.

 

Dessas, 15 caíram em via pública. Outras seis despencaram sobre imóveis, segundo a corporação.

 

Além disso, os militares atenderam a 40 vistorias para verificar possibilidade de queda de árvores na região. Houve registro também de oito cortes de árvores com risco iminente de queda.

 

Chuvas em Neves

 

A madrugada desta terça-feira (12/01) foi de chuvas intensas em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Depois do nível da água subir, o Corpo de Bombeiros foi acionado para quatro ocorrências de pessoas que ficaram ilhadas em casa.

 

No Bairro Santa Matilde, próximo ao cemitério e Bar do Eustáquio, os bombeiros receberam a chamada por volta da 01h50.

 

A água subiu aproximadamente um metro de altura na casa e deixou dois adultos e três crianças ilhados.

 

A mãe das crianças dispensou o atendimento quando os bombeiros estavam a caminho, dizendo que os vizinhos conseguiram resolver a situação.

 

Mas, as equipes foram até o local para checar a situação e os moradores foram orientados.

 

Algumas horas depois, no Bairro Sevilha, 1ª Seção, próximo à Escola Estadual Nossa Senhora das Neves, um adulto e duas crianças também foram acordados com o aumento repentino da água dentro da casa. Eles ficaram ilhados.

 

Durante o deslocamento dos bombeiros, a mãe informou que o marido conseguiu retirar todos da residência, mas precisavam de orientação.

 

O mesmo ocorreu no Bairro Rosa Neves, próximo ao final da linha de ônibus 6170 (Rosa Neves/Terminal Justinópolis). O casal de moradores se refugiou no 2° andar. O homem é cadeirante.

 

Foi informado ao Corpo de Bombeiros que o nível de água subia muito rápido e ainda o cano de esgoto do vizinho se rompeu e desaguou na casa dela.

 

Quando os militares chegaram, já não havia mais risco e os moradores foram orientados.

 

Vespasiano

 

Já em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte, os bombeiros receberam uma chamada por volta das 03h55 no Bairro Angicos, em frente ao centro de distribuição do Café 3 Corações.

 

Durante uma obra de contenção de muro trincado, a estrutura caiu, e a água não teve por onde escoar.

 

Assim, a chuva invadiu as casas e a rua. Não houve vítimas e os militares estiveram no local apenas para registro do fato e a orientação dos moradores da região.

 

Com informações de Natasha Werneck 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade