Publicidade

Estado de Minas COLETIVOS SOB DEMANDA

Ônibus por aplicativo é testado na Estação São Gabriel e em outras regiões de BH

Moradores de parte das regionais Norte, Nordeste e Pampulha poderão usufruir do serviço até o dia 11 de dezembro


30/11/2020 21:26 - atualizado 30/11/2020 21:50

Micro-ônibus estão operando o serviço sob demanda em BH. Foto ilustrativa(foto: Rafael Delazari/Esp. para o EM)
Micro-ônibus estão operando o serviço sob demanda em BH. Foto ilustrativa (foto: Rafael Delazari/Esp. para o EM)
Os aplicativos de smartphone permitem aos usuários solicitar serviços como entrega de alimentos, de produtos, mobilidade por carro, entre outros. Mas, em Belo Horizonte, o transporte coletivo por ônibus também poderá ser solicitado na palma da mão. É que o Consórcio Operacional do Transporte Coletivo de Passageiros por Ônibus do Município de Belo Horizonte (Transfácil), por meio do Programa MOVX, começou a testar, nesta segunda-feira (30/11), um serviço para que os passageiros solicitem os coletivos no próprio telefone.

O serviço funciona de segunda à sexta, das 6h às 20h. Basta que o usuário instale o aplicativo Shotl no celular e faça o cadastro seguindo as instruções da tela. Feito isso, um mapa aparecerá e o passageiro vai escolher o local de embarque e destino, desde que estejam dentro da área de cobertura. Após solicitar o coletivo, basta aguardá-lo no local indicado no aplicativo. Haverá diversos pontos definidos de parada, podendo chegar a 200 metros de onde a pessoa estiver. O motorista é avisado do pedido por meio de um tablet no painel.

Área de cobertura do serviço e pontos de embarque e desembarque(foto: Reprodução)
Área de cobertura do serviço e pontos de embarque e desembarque (foto: Reprodução)
Nesta segunda, pelo menos dois micro-ônibus, de 26 lugares cada, executaram o serviço. O usuário poderá pagar a passagem, que custa R$ 3,15, com dinheiro ou com o cartão BHBus.

A iniciativa será testada até o dia 11 de dezembro. Neste primeiro momento, moradores de parte das regionais  Norte, Nordeste e Pampulha poderão utilizar o serviço. Bairros como Minaslândia, Providência, Guarani, Primeiro de Maio e parte do Dona Clara fazem parte da área que cobertura que passa a contar com a circulação dos coletivos sob demanda em caráter experimental, além da Estação São Gabriel.

Dentro da área de cobertura, há pontos de embarque e desembarque em supermercados, drogarias, escolas, centros de saúde, entre outros.

SERVIÇO

Ônibus sob demanda

Como pedir?

Basta instalar o aplicativo Shotl no smartphone e fazer o cadastro. Feito isso, selecione no mapa o local em que deseja embarcar e desembarcar do coletivo. Após solicitar, basta aguardá-lo no local indicado no aplicativo. Haverá diversos pontos definidos de parada, podendo chegar a 200 metros de onde estiver.

Onde baixar o Shotl?

O Shotl está disponível na Google Play e App Store.

Quanto custa o serviço?

A tarifa custa R$ 3,15 e poderá ser paga com dinheiro ou com o cartão BHBus.

Área de cobertura

Moradores parte das regionais Norte, Nordeste e Pampulha poderão utilizar o serviço. Bairros como Minaslândia, Providência, Guarani, Primeiro de Maio e parte do Dona Clara fazem parte da área que cobertura que passa a contar com a circulação dos coletivos sob demanda em caráter experimental, além da Estação São Gabriel.

Dias de funcionamento

Segunda à sexta, entre 6h e 20h.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade