Publicidade

Estado de Minas NATAL

Tradicional iluminação de Natal começa na quarta-feira em BH

A capital mineira terá roteiro de luzes para ser visto durante caminhada, com início na Praça da Estação até circundar a Praça da Liberdade. Evento natalino terá em sua programação diversos shows


27/11/2020 15:17 - atualizado 27/11/2020 18:35

Na foto, iluminação da Praça da Liberdade (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 6/12/18)
Na foto, iluminação da Praça da Liberdade (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 6/12/18)
As atrações natalinas, que também celebram os 300 anos do estado de Minas Gerais, já começam na próxima quarta-feira (2/12) e seguem até 6 de janeiro. A iluminação tradicional da cidade ganhou formato de festival e irá além dos limites da Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Nomes como Maurício Tizumba, Celso Adolfo, Marcus Viana e Manu Dias estão confirmados. Comitê de Combate à Covid-19 da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) se preocupa com aumento do número de casos de pessoas infectadas e realização evento. 

Como o distanciamento social ainda é necessário para conter a propagação de COVID-19, a decoração que, até então, era concentrada na Praça da Liberdade foi ampliada para outros pontos da região central da cidade. O principal objetivo é evitar aglomeração.

O percurso começará na Praça Rui Barbosa (Praça da Estação), passando pela Rua da Bahia, depois pelo Bairro Floresta até circundar a Praça da Liberdade. O foco da iluminação de Natal será nos 300 anos de Minas Gerais, ou seja, na comemoração da criação, em 1720, da Capitania de Minas, que significou a delimitação do território, a organização administrativa e as questões jurídicas.

A iluminação será divida em quatro modalidades: projeção mapeada no Palácio da Liberdade - performance de interação entre o audiovisual e o ambiente físico; iluminação cênica e natalina na travessa central da Praça da Liberdade e prédios variados; projeções em empenas em pontos da Rua da Bahia e Avenida do Contorno e laser show, um show de luzes que será visto de vários pontos da cidade.

Além dos efeitos de iluminação, o festival natalino terá em sua programação diversos shows de grandes nomes da música mineira. As 175 apresentações serão espalhadas por diversos pontos da cidade e poderão ser acompanhadas via internet.

A iniciativa é organizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) em parceria com a a Cemig, Circuito Praça da Liberdade, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha) e Fundação Clóvis Salgado. O valor total do projeto é de R$ 1,4 milhão.

Comitê da BH faz monitoramento

O Comitê de Combate à Covid-19 da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) mostra preocupação com o aumento no número de casos do novo coronavírus e, consequentemente, com os eventos que possam causar aglomerações como o festival natalino. "Não devem ocorrer eventos de iluminação como nos anos anteriores. Não queremos que ocorra uma aglomeração na Praça da Liberdade. Mas já temos ciência de que a proposta deste ano é diferenciada. Estamos monitorando o aumento do número de casos e talvez precisemos endurecer as regras para que ocorra com segurança", disse o infectologista Estevão Urbano, um dos especialistas que compõem o comitê ao lado do secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, Carlos Starling e Unaí Tupinambás.

O infectologista alerta para aglomerações para fazer fotos, por exemplo. "Uma das recomendações que podem evitar que ocorra a aglomeração é a ida para apreciar a decoração de carro", afirmou. Como proceder diante do evento está sendo analisado junto com o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis. No início da semana que vem, o comitê e a PBH devemo debater sobre medidas de segurança para serem tomadas. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade