Publicidade

Estado de Minas Furto em repúblicas

Ouro Preto: câmera de segurança flagra homem tentando entrar em república

Polícia Militar esteve no local, e as imagens serão usadas para encontrar o suspeito de ter furtado um notebook


12/11/2020 15:06 - atualizado 12/11/2020 16:25

Segundo o estudante Thales Reis, os furtos nas repúblicas têm sido recorrentes. Foi o terceiro notebook em menos de dois meses(foto: Divulgação/Thales Reis)
Segundo o estudante Thales Reis, os furtos nas repúblicas têm sido recorrentes. Foi o terceiro notebook em menos de dois meses (foto: Divulgação/Thales Reis)
Um vídeo mostra imagens de um homem tentando entrar em uma república de estudantes, localizada dentro da moradia estudantil da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Região Central de Minas Gerais, nessa quarta-feira (11). As imagens capturadas serão usadas pela Polícia Militar para encontrar o homem suspeito de furtar um notebook de uma república vizinha. 

De acordo com Filipe Araýjo, morador da república estudantil que foi assaltada, o furto aconteceu por volta da 0h do dia 11. Procuramos os moradores de uma república vizinha para pedir imagens da câmara de segurança e vimos que o homem também tentou invadir a casa deles. A Polícia Militar foi chamada. Os policiais fizeram uma vistoria entorno da moradia e recolheram o vídeo, que será usado nas investigações. 

Morador da república que cedeu as imagens, Thales Reis conta que, com a pandemia do novo coronavírus, muitos universitários foram para as cidades de origem. Com a movimentação menor, começaram a surgir pessoas que não moram no local durante o dia, pedindo doações, tocando as campainhas e, segundo o estudante, essa ação seria para ver se tem gente morando, observar a movimentação e voltar durante a madrugada para entrar nas casas.

“Há uns dois meses, um notebook foi roubado em minha república e aí decidimos instalar as câmaras de segurança. Ontem, uma república vizinha à nossa foi assaltada e os moradores entraram em contato com a gente para ver se as câmaras registraram imagens. Quando fomos puxar as imagens, nos surpreendemos com o homem tentando entrar aqui também. Sem sucesso aqui, procurou a do vizinho.”

Ainda segundo Thales, essas ações estão sendo recorrentes. Além das duas repúblicas, outra ao lado foi assaltada e eles procuram notebooks. “Estamos preocupados, principalmente agora no final do ano, em que o movimento vai diminuir mais ainda.”

De acordo com a Polícia Militar, o boletim de ocorrência foi registrado e por meio das imagens já se tem uma ideia de quem seja o suspeito. O passo agora é fazer a abordagem e encaminhá-lo à delegacia. Ainda segundo a PM, muitos dos suspeitos são até detidos, mas são liberados pelo fato do potencial ofensivo ser baixo e acabam reincidindo no crime.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade