Publicidade

Estado de Minas Crime

Suspeito de matar esposa a facadas é preso em Bandeira do Sul

O homem era candidato a vereador na cidade e renunciou dias depois do crime; ele foi levado para o presídio de Botelhos


28/10/2020 16:23 - atualizado 28/10/2020 17:11

Homem renunciou à candidatura e foi levado para o presídio de Botelhos, próximo a Poços de Caldas(foto: Polícia Civil de Minas Gerais/Divulgação)
Homem renunciou à candidatura e foi levado para o presídio de Botelhos, próximo a Poços de Caldas (foto: Polícia Civil de Minas Gerais/Divulgação)

O suspeito de matar a esposa em Bandeira do Sul, Região Sul de Minas Gerais, foi preso nessa terça-feira (27) durante operação das Polícias Militar e Civil. O crime foi há 10 dias na casa onde os dois moravam. A cidade fica a 30 quilômetros de Poços de Caldas.

A vítima, Roberta de Araújo, de 34 anos, foi esfaqueada após uma discussão sobre uma geladeira aberta.

 

Adílio Sérgio Gomes, de 40 anos, que era candidato a vereador no município, fugiu depois te atingir a vítima com pelo menos 13 golpes. A mulher morreu antes da chegada do socorro.

O corpo dela foi encontrado no quintal pela filha mais velha, de 18 anos. A mãe do suspeito também estava na casa. Ela passou mal e precisou de atendimento médico. 

 

Casal costumava fazer passeios e postar fotos nas redes sociais(foto: reprodução redes sociais)
Casal costumava fazer passeios e postar fotos nas redes sociais (foto: reprodução redes sociais)
Após o crime, a Polícia Civil instaurou inquérito e entrou com um pedido de prisão preventiva de Adílio. Ele foi encontrado na casa dos avós e não resistiu à prisão.

De acordo com a polícia, o suspeito prestou depoimento e foi encaminhado ao presídio de Botelhos, também no Sul do estado. 

 

Sobre a candidatura de Adílio, o PSDB em Minas Gerais informou que o suspeito renunciou dias antes de ser detido.

Helena Lima/Especial para o EM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade