Publicidade

Estado de Minas CRUELDADE

Vingança: Morador de rua é morto a pedradas em Sete Lagoas; veja vídeo

Um pedinte foi golpeado cinco vezes por um outro morador de rua enquanto dormia, na madrugada desta segunda-feira. Agressor foi preso horas depois e alegou que fora atacado há dois meses pela vítima


26/10/2020 10:47 - atualizado 26/10/2020 11:43


O assassinato a pedradas de um morador de rua na madrugada desta segunda-feira (26) deixou indignados os moradores de Sete Lagoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Uma câmera de monitoramento registrou o momento da agressão, que aconteceu pouco antes das 2 horas da manhã.

O vídeo contido nesta reportagem foi editado e não inclui as cenas do momento do assassinato. Nos dois primeiros ataques, o agressor, usando casaco de capuz, erra a vítima. Na sequência, ele acerta o homem deitado cinco vezes.

Após o ataque, que durou menos de um minuto, o agressor cobre a vítima com o lençol, afasta-se cambaleante, mas em seguida volta, descobre o agredido e desfere socos. Depois, volta a cobrir a pessoa.

Segundo a Polícia Militar, uma testemunha presenciou os fatos e repassou as características do autor, que também é morador de rua. Com base nessas informações, os militares fizeram rastreamento até identificar e prender o infrator. 

Homem chega com um bloco na mão e atira por cinco vezes na cabeça da vítima, não dando tempo para defesa(foto: Reprodução de vídeo)
Homem chega com um bloco na mão e atira por cinco vezes na cabeça da vítima, não dando tempo para defesa (foto: Reprodução de vídeo)

Aos policiais ele confessou o crime. O agressor, de nome André, tem 39 anos e alegou que há dois meses fora agredido com um golpe de facão pela vítima, o que teria motivado o ataque desta segunda-feira. Ele foi preso em flagrante.

Em redes sociais, a população se mostrou indignada com a forma brutal do crime. Um internauta questionou a segurança pública. “Cadê a segurança? Em pleno centro, isso não é novidade, falsas impressões de segurança”.

Em outra postagem, uma pessoa lamentou a violência do ato. “Que tristeza e uma vida sofrida! Que crueldade! Tem misericórdia, meu Deus! Quanta maldade!”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade