Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Ipatinga: prefeitura desmente 'fake news' sobre fechamento do comércio

Informação falsa sobre fechamento do comércio e outras atividades com a entrada de Ipatinga na onda amarela, neste sábado (24/10), foi divulgada nas redes sociais


24/10/2020 17:04 - atualizado 24/10/2020 18:00

O comércio está funcionando normalmente em Ipatinga, no Shopping do Vale e em outras áreas da cidade(foto: Shopping do Vale/Divulgação)
O comércio está funcionando normalmente em Ipatinga, no Shopping do Vale e em outras áreas da cidade (foto: Shopping do Vale/Divulgação)
O retorno de Ipatinga à onda amarela do Plano Minas Consciente aconteceu neste sábado (24/10) com o comércio e outras atividades econômicas funcionando, conforme previsto pela lei estadual. A normalidade do funcionamento, seguindo as regras estabelecidas para a onda amarela, contrastam com as fake news que circulam pelas redes sociais, que desinformam a população, afirmando que o comércio está fechado. 

A secretária municipal de Saúde de Ipatinga, Érica Dias, teve de desementir as informações falsas. “Trata-se de mais uma fake news, dessas que são fartamente distribuídas em período eleitoral. Não há razão para que a população ou segmentos da economia fiquem alarmados", disse.

"Em termos de macrorregião, o município foi classificado para a onda amarela e a prefeitura fez apenas a revogação do decreto que autorizava o funcionamento de novos setores na onda verde. Retornamos à vigência do decreto anterior, que garantia o funcionamento de quase toda a gama produtiva da cidade", expicou a secretária. 

De acordo com Érica Dias, a reclassificação de Ipatinga para a onda amarela aconteceu por causa do nível de ocupação dos leitos adultos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) COVID-19. 

"Nós tivemos um acréscimo nessa ocupação. Porém, isto se refere a pessoas internadas em UTI’s comuns. É sabido por todos que nossa região sempre teve um déficit desse tipo de serviço. Entretanto, o programa estadual leva em conta esse número", disse. 

Segundo a secretária, Ipatinga é referência dentre os mais de 80 municípios da região do Vale Aço. "Estamos buscando mecanismos com o estado para tentar mudar isso e garantir aos municípios maior segurança para fazer essa migração e analisar os resultados”,disse. 

No boletim epidemiológico divulgado neste sábado (24/10) pela Prefeitura não foram registradas mortes causadas pela COVID-19. O índice de ocupação dos leitos UTI COVID-19/SUS chegou a 62%, com 28 leitos ocupados do total de 45. Nesta ocupação, 21 leitos estão com pacientes de Ipatinga e 7 pacientes de outras cidades da região.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade