Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Valadares: Produtores de eventos reivindicam retomada das atividades

Prefeitura e Ministério Público estão cientes da reivindicação e dizem entender a situação. Assunto foi levado ao governo do estado


23/10/2020 19:49 - atualizado 24/10/2020 10:40

Os cantores e produtores culturais movimentam o mercado de técnicos e iluminadores, como estes, da LTP, de Valadares(foto: Álbum LTP)
Os cantores e produtores culturais movimentam o mercado de técnicos e iluminadores, como estes, da LTP, de Valadares (foto: Álbum LTP)
Os produtores de eventos de Governador Valadares, especialmente aqueles que promovem eventos culturais, estão cobrando da prefeitura e do Ministério Público a autorização para retornarem às suas atividades, paralisadas desde março, com o início da pandemia do novo coronavírus.

O diálogo já foi iniciado, com a iniciativa do músico e produtor cultural Euler Henrique, que postou a sua indignação nas redes sociais. A postagem de Euler motivou a reunião, e segundo ele, o prefeito André Merlo e o promotor de Justiça Randal Bianchini o receberam bem.

 

“Fiquei muito indignado quando, ao acordar no sábado (17), acessei as redes sociais e me deparei com algumas imagens e vídeos de campanhas políticas acontecendo pela cidade. Tinha muita aglomeração e muita gente sem máscara. Então, eu fui para o Instagram e expus minha revolta, porque já estamos há 8 meses sem poder trabalhar. Nas imagens, vi políticos com microfone na mão, igual a gente trabalha, e isso me revoltou”, disse.

 

A postagem de Euler foi muito compartilhada e ganhou repercussão na cidade. Logo, o assunto virou pauta da reunião na prefeitura. “Fui muito bem recebido pelas autoridades. Estive na reunião, não apenas como profissional do ramo da Cultura, mas como cidadão”, disse, lembrando que todos os seus colegas que atuam no setor não aguentam mais ficar sem trabalhar.

 

A prefeitura confirmou a reunião e informou que, desde o início da pandemia que levou às restrições de setores da economia, os segmentos de produção de eventos e os músicos profissionais foram muito abalados com os protocolos restritivos impostos pelo governo de Minas Gerais, por meio do Programa Minas Consciente.

 

“Mesmo cientes de que a decisão de restringir as atividades não é da Prefeitura, mas do governo, os profissionais pediram o apoio do governo municipal. Diante disso, organizamos uma comissão dos dois setores, representantes de classes, membros da prefeitura e deputados, que irão elaborar encaminhamentos e apresentá-los ao governo do estado para que as atividades possam retornar”, informou a prefeitura, em nota.

 

O assunto evoluiu e, com a entrada de Governador Valadares na onda verde do Minas Consciente, a Prefeitura realizou outra reunião na quinta-feira (22) entre representantes dos músicos, produtores de eventos e autoridades políticas. Durante o encontro, ficou definido que será enviado ao governo do estado uma proposta de retomada das atividades, elaborada pelos profissionais.

 

Na reunião, realizada por meio de chamada telefônica, o secretário de estado adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, se comprometeu a levar a proposta ao Comitê Extraordinário COVID-19. A avaliação do governo do estado está sendo aguardada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade