Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

COVID-19: Valadares retorna à onda verde a partir de sábado (24)

Anúncio da entrada de Valadares na onda verde foi feito durante reunião do Comitê Extraordinário COVID-19, do governo do estado


21/10/2020 20:23 - atualizado 21/10/2020 21:04

Com a flexibilização da onda, espaços como o mirante da antiga Feira da Paz, devem receber mais pessoas para atividades de lazer(foto: Tim Filho)
Com a flexibilização da onda, espaços como o mirante da antiga Feira da Paz, devem receber mais pessoas para atividades de lazer (foto: Tim Filho)
Governador Valadares
está de volta onda verde do Minas Consciente. O anúncio do retorno da cidade à onda verde foi feito no fim da tarde de quarta-feira (21), pelo governo do estado. A cidade já esteve na onda verde do Plano Minas Consciente entre os dias 3/9 e 9/10. Regrediu para a onda amarela por causa de uma piora nos índices de contágio da COVID-19 e ocupação dos leitos COVID-19, nos hospitais das redes pública e particular.

A entrada na onda verde será feita oficialmente no sábado (24). Ainda na onda amarela, a cidade tem registrado uma queda sequencial nos índices relacionados à COVID-19. Um fato inédito registrado nesta semana foi o índice zero para as mortes ocasionadas pela doença. Desde a segunda-feira, o boletim epidemiológico municipal não registra óbitos por COVID-19. A ocupação dos leitos UTI COVID-19/SUS, que esteve perto de 100%, caiu para 45,80% nesta quarta-feira (21/10)


Diante da melhora, e considerando indicadores como taxa de ocupação de leitos e casos por número de habitantes, o grupo autorizou o avanço das macrorregiões de Saúde Oeste, Sul e Leste para a onda verde do Minas Consciente. Poderão ser reabertos estabelecimentos como parques naturais, de diversão, cinemas, teatros e bares com música com ao vivo, desde que sejam seguidas as regras de higiene, distanciamento e lotação máxima.

Os serviços liberados são:

- Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo
- Cinemas, bibliotecas, museus e arquivos
- Parques, zoológicos e jardins
- Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas e bufê
- Parques de diversão, discotecas, boliches e sinuca
- Bares com entretenimento (shows e espetáculos)
- Serviços de colocação de piercings e tatuagens

Para avançar para a onda verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade