Publicidade

Estado de Minas Salvamento

Cão desliza de pedreira de 90 metros e é salvo pelos bombeiros em BH

O animal estava há três dias preso na pedreira quando vizinhos perceberam que não era capaz de sair da encosta de 90 metros de altura sozinho e acionaram os bombeiros para regata-lo


18/10/2020 11:01 - atualizado 18/10/2020 11:09

Cão ficou três dias preso na encosta até ser salvo pelos bombeiros(foto: CBMMG)
Cão ficou três dias preso na encosta até ser salvo pelos bombeiros (foto: CBMMG)
Um cachorro que deslizou de uma encosta íngreme no Bairro Engenho Nogueira, na Região da Pampulha, foi salvo depois de uma complexa operação de resgate do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). O animal esteve entre a vida e a morte, pois poderia despencar de uma altura de 90 metros de uma pedreira desativada, em um terreno baldio.

O local se encontra nas proximidades da Rua Vargem da Serra, onde há um lote cercado de uma antiga pedreira próxima à estação Ecológica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Populares acionaram os bombeiros quando perceberam que o animal estava há três dias tentando deixar a encosta rochosa e não conseguia retornar.

Foi necessário o emprego de cordas e técnicas de montanha para o regate do animal(foto: CBMMG)
Foi necessário o emprego de cordas e técnicas de montanha para o regate do animal (foto: CBMMG)
Segundo os bombeiros o dono do animal não foi localizado. "O regate ocorre em local de difícil acesso, com o uso de técnicas de rapel e ascensão", informou a corporação.

A pedreira se encontra num local cercado perto da estação Ecológica da UFMG(foto: Reprodução)
A pedreira se encontra num local cercado perto da estação Ecológica da UFMG (foto: Reprodução)
O animal foi resgatado e encaminhado à clínica Animal Center para receber os cuidados necessários. Aparentemente não estava ferido, mas o cachorro aparentava estar magro e desidratado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade