Publicidade

Estado de Minas FLEXIBILIZAÇÃO

Escolas de Uberaba liberadas para retomar as aulas presenciais na segunda (19)

Instituições que desejarem já poderão receber os alunos a partir da próxima segunda (19). Cinemas e eventos estarão liberados no município a partir do dia 15 de novembro


16/10/2020 16:45 - atualizado 16/10/2020 17:30

Uma das várias reuniões do Comitê Técnico Científico de Controle da COVID-19 em Uberaba(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Uma das várias reuniões do Comitê Técnico Científico de Controle da COVID-19 em Uberaba (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)

As escolas de Uberaba, no Triângulo Mineiro, estão liberadas para retomar as aulas presenciais já a partir da próxima segunda-feira (19). A decisão consta no calendário de reabertura estipulado pelo Comitê Técnico Científico de Controle da COVID-19 no município. Além disso, a partir do dia 15 de novembro também poderão ser retomadas as atividades de cinema e eventos.
 
O prefeito Paulo Piau afirmou que antes das decisões das reaberturas foram realizadas diversas discussões técnicas em várias reuniões do Comitê, sempre levando em consideração a dinâmica epidemiológica no município. 
 
“O Comitê já recebeu 15 protocolos de escolas, que estão sendo analisados e, de acordo com a necessidade de ajustes das medidas sanitárias, devolvidos para os estabelecimentos de ensino. Cabe lembrar que o retorno às aulas será uma definição individual de cada unidade escolar”, declarou Piau. 

Cinemas e eventos em novembro
 
Durante algumas reuniões do Comitê Técnico Científico de Controle da COVID-19 em Uberaba estiveram presentes representantes dos segmentos de festas, buffets, chácaras, cerimônias e locações de som. Eles apresentaram seus protocolos com medidas a serem adotadas nas suas produções. 
 
A assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba informou que os procedimentos propostos, de acordo com o documento, vão desde as condições de ocupação do local para a realização do evento, limitação do número de convidados para cada tipo de espaço, distanciamento maior entre mesas e entre pessoas no salão, além de medidas de ocupação das pistas para não haver dança, evitando assim aglomerações. 

De acordo com o empresário Odemir Afonso da Silva, desde março deste ano, cerca de 80% das pessoas que trabalham com eventos e festas estão sem faturamento. “Uma pesquisa realizada em Uberaba com 500 responsáveis pelo setor de eventos apontou que 80,7% dependem exclusivamente do seu trabalho. Queremos tomar todas as medidas para atender bem os nossos clientes, com toda a segurança”, disse. 
 
Aumento de número de mortes
 
Ao mesmo tempo em que as atividades nas escolas recebem autorização para a retomada, a Secretária de Saúde de Uberaba prossegue com a investigação para descobrir as causas do aumento do número de mortes relacionadas à COVID-19 no município. Nesta quarta-feira (14) foi criada uma comissão para monitorar e investigar esses óbitos. 

Segundo Monitoramento Epidemiológico de Uberaba, no início do mês de agosto foram 60 mortes causadas pela COVID-19 na cidade e no início de setembro os óbitos registrados somavam 97, ou seja, 37 vítimas fatais em agosto. Já no começo de outubro as mortes pularam para 145, sendo 48 os óbitos causados pela doença no mês de setembro. E de acordo com último boletim epidemiológico, divulgado na noite desta quinta-feira (15), no total foram 180 mortes em Uberaba, sendo que 35 destes óbitos foram registrados em outubro. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade