Publicidade

Estado de Minas CRIMINALIDADE

Advogada usava da profissão para repassar informações sobre o tráfico no Barreiro

Perícia comprovou a autoria das anotações sobre tráfico de drogas. O 'ex-patrão' do Barreiro foi preso no mês passado


09/10/2020 12:24 - atualizado 09/10/2020 12:55

Na foto, coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (foto: PCMG/Reprodução)
Na foto, coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (foto: PCMG/Reprodução)
Uma advogada de 34 anos foi presa nessa quinta-feira (8) suspeita de integrar o tráfico de drogas, junto com seu companheiro - 'ex-patrão' do Barreiro - e usar da prerrogativa da profissão para visitar o companheiro dentro da prisão.

De acordo com o delegado da Polícia Civil Alexandre Ribeiro, o homem foi preso no último dia 25, durante a operação 5º Mandamento. Outras seis pessoas foram presas pela Polícia Civil, durante a ação realizada na Região do Barreiro com o objetivo de combater crimes relacionados ao tráfico de drogas e homicídios.

Na ocasião, a mulher se encontrava no apartamento no Bairro Castelo, na Região da Pampulha, junto com o companheiro, mas não havia provas suficientes para a prisão. "Ela estava presente. Encontramos vários documentos, anotações referente ao trafico. Na data, ele assumiu a autoria do crime. Mas fizemos exames periciais que comprovaram que a letra da advogada era a mesma que constava nas anotações", disse.

Ainda segundo o investigador, ela era responsável pelo fluxo financeiro do tráfico.

Ela foi presa durante uma visita ao companheiro Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) - Gameleira. Alexandre contou que ela usava do pretesto da profissão para fazer visitas e repassar informações sobre o tráfico.

Também foi no Ceresp que a suspeita conheceu o companheiro. "Essa advogada captava cliente para outro advogado na porta da prisão. Em uma dessas visitas ela conheceu o atual marido, com quem tem um relacionamento de quase dois anos", completou.

A Polícia Civil ainda informou que ela alega que fez algumas transcrição de notas a mando dele sem saber o seu conteúdo.

Outros advogados
Nessa quinta-feira, outros seis advogados foram presos por fazerem parte de um esquema criminoso dentro da penitenciaria de segurança máxima Nelson Hungria. "A advocacia é fundamental pra promoção da justiça. Estamos identificamos maus profissionais e tirando de circulação", acrescentou o advogado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade