Publicidade

Estado de Minas ORIUNDA DO PARAGUAI

Polícia apreende mais de 200 quilos de skunk no Triângulo Mineiro

A droga estava escondida num compartimento secreto de uma carreta e seria levada até Vespasiano, na Grande BH


03/10/2020 10:22 - atualizado 03/10/2020 14:59

Crack é mais caro que maconha e é difícil de ser apreendido, segundo a polícia(foto: Divulgação/Polícia Federal)
Crack é mais caro que maconha e é difícil de ser apreendido, segundo a polícia (foto: Divulgação/Polícia Federal)

 

Mais um duro golpe no narcotráfico internacional foi dado na madrugada deste sábado (3) por policiais militares do Batalhão de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Durante uma fiscalização, na rodovia BR-497, próximo a Iturama, foi apreendida uma carreta com 250 barras de skunk, que correspondem a 258 quilos.

 

A droga vinha do Paraguai e tinha como destino final Vespasiano, na Grande BH. O motorista, G.K.B.M foi preso e levado à Delegacia de Polícia Federal de Uberlândia.

 

Sempre, no início dos finais de semana, são realizadas operações do tipo, segundo o tenente Vitor Oliveira, que comandou os trabalhos. O objetivo é coibir o tráfico de drogas.

 

“A gente escolhe pontos estratégicos para realizar operações e foi quando deparamos com essa carreta. É raro pegar grande quantidade de skunk, uma droga que custa cinco vezes mais que a maconha”, diz.

 

O militar conta que tão logo pararam a carreta, o motorista, se mostrou nervoso. Foi quando decidiram dar uma busca na carreta. “A droga estava escondida num compartimento lateral, que não chamava a atenção, por estar debaixo da carroceria.", afirma.

 

Da operação participaram 16 policiais militares, mais integrantes do setor de inteligência da Polícia Militar e policiais federais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade