Publicidade

Estado de Minas PREVISÃO

Prepare-se para este sábado: vem aí calor recorde

Meteorologia prevê a mais alta temperatura na capital mineira desde o início do ano e outubro 'fervendo'. Mas, antes, um alívio: Minas deve registrar chuva entre segunda e terça-feira


19/09/2020 07:00 - atualizado 19/09/2020 09:08

Tendência é que termômetros batam nos 34 graus hoje na Região Metropolitana de BH, com recordes nos próximos dias(foto: JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS)
Tendência é que termômetros batam nos 34 graus hoje na Região Metropolitana de BH, com recordes nos próximos dias (foto: JUAREZ RODRIGUES/EM/D.A PRESS)
O inverno vai fechando seu ciclo a caminho da primavera, mas com características de verão. A previsão é de que hoje seja o dia mais quente do ano em Belo Horizonte. Com a aproximação da próxima estação, que começa na terça-feira, a temperatura vai subir ainda mais, podendo alcançar recordes históricos na capital e em outras cidades do estado no restante deste mês e em outubro, segundo as previsões meteorológicas.
Na tarde dessa sexta-feira (18), a capital registrou 33,7 graus centígrados, apenas 0,1 grau a menos do que temperatura mais alta do ano, de 33,8oC, que ocorreu em 12 de janeiro. A projeção é de que neste sábado os termômetros alcancem o pico do ano, indo a 34oC na região metropolitana, informa o meteorologista Ruibran dos Reis, do Climatempo. 
Conforme o meteorologista,  neste final de inverno o clima esquentou em todas regiões mineiras, com maiores elevações no Norte e Nordeste do estado e no Triângulo. Ontem, a maior temperatura no território mineiro ocorreu em Campina Verde, de 19,7 mil habitantes, no Triângulo: 38,4oC. 

Ruibran dos Reis explica que em 2020 se observa um “período de neutralidade”, com influências dos fenômenos El Niño e La Niña. “Isso vai facilitar para que uma massa de ar quente venha predominar no estado de Minas Gerais, principalmente durante a primavera. Então, nós podemos ter recordes históricos de temperatura na primavera deste ano na capital e em outras cidades mineiras”, prevê o meteorologista.

“Poderemos ter um mês de outubro com temperaturas entre quatro e cinco graus acima do normal para esta época do ano. E com alta probabilidade de bater recordes”, adianta. 

QUEIMADAS 

O meteorologista lembra que as últimas chuvas registradas em Minas Gerais ocorreram em 25 de maio. Há mais de 20 dias, o estado é atingido pela presença de uma massa de ar quente e seco. A umidade relativa do ar baixou drasticamente em praticamente todo o estado, descendo para 13% em BH e para 11% no Norte e no Triângulo. Essas condições contribuíram para o aumento das queimadas em Minas nos últimos dias, situação que se repete em outros estados, como o Mato Grosso do Sul, onde parte do Pantanal foi consumida pelas chamas.  

Por outro lado, Ruibran dos Reis observa que uma frente fria chegará amanhã a Minas Gerais e provocará chuvas no estado na segunda-feira e terça-feira. “Serão chuvas moderadas e fortes, que vão ocorrer nas regiões Sul, Oeste e Central. Mas, no decorrer da semana, poderemos ter chuvas isoladas em quase todo o estado”, observa o meteorologista.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade