Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

Motoboy é baleado após acampar diante da casa de homem para cobrar dívida

Confusão aconteceu em Itamonte, diante do filho de oito anos da vítima; suspeito se apresentou à Polícia Civil dez horas após o crime


17/09/2020 10:25 - atualizado 17/09/2020 11:24

Motoboy é baleado após acampar em frente a casa do suspeito(foto: Portal OPopular.net/divulgação)
Motoboy é baleado após acampar em frente a casa do suspeito (foto: Portal OPopular.net/divulgação)
Um motoboy de 42 anos foi baleado após acampar em frente à casa de um homem para cobrar uma dívida, em Itamonte, no Sul de Minas. O crime aconteceu nessa quarta-feira (16). A vítima segue internada no hospital da cidade e o suspeito se entregou à Polícia Civil.

 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado, no momento da confusão o motoboy estava acompanhando do filho de apenas oito anos. O menor não se feriu e está sob cuidados de uma testemunha. Em um vídeo gravado por uma testemunha dá pra ouvir o barulho do tiro.

 

No documento consta que a vítima é natural de São Paulo e veio para o Sul de Minas depois de ter sido expulso da casa onde morava por dívidas ligadas a uma empresa envolvendo o suspeito.

“Ao perceber que tal empresa se tratava de um esquema de pirâmide financeira e que tinha sido vítima, o motoboy resolveu se mudar para Itamonte e morar na rua, dentro de uma barraca montada em frente a residência dos pais do suspeito, para tentar conversar e receber de volta o dinheiro investido no suposto esquema”, aponta trecho do documento.

 

Na última sexta-feira (11), a Polícia Militar precisou ir até o local para resolver um atrito verbal. “O atrito ocorreu pela insistência do motoboy em tentar conversar com o suspeito para resolver a dívida”, diz a PM.

 

Já na manhã dessa quarta-feira (16), a mãe do suspeito teria saído de casa e discutiu com a vítima. “Durante a discussão, o homem atirou contra o motoboy. O tiro atingiu o ombro esquerdo da vítima. A vítima foi socorrida pelos familiares do envolvido para o hospital da cidade e segue internado”, completa a corporação.

 

A barraca, que estava montada no local há pelo menos 15 dias, passou por vistoria e nada de ilícito foi encontrado. Dez horas após o crime, o suspeito de 38 anos se apresentou na Delegacia de Polícia Civil.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade