Publicidade

Estado de Minas Sem comorbidades

COVID-19: Itabirito reporta possível caso de reinfecção

Paciente foi diagnosticado pela primeira vez em junho


15/09/2020 15:52 - atualizado 15/09/2020 16:24

Teste rápido para a COVID-19 (foto: Wikipedia/Reprodução)
Teste rápido para a COVID-19 (foto: Wikipedia/Reprodução)
 

Nesta segunda-feira (14), a Vigilância Epidemiológica de Itabirito, na Região Metropolitana de BH (RMBH), reportou um possível caso de reinfecção por COVID-19 no município. O período entre a primeira e a segunda contaminação foi de cerca de 80 dias.

 

A equipe de Vigilância Epidemiológica do município informou que o paciente tem menos de 50 anos, não apresenta comorbidades, possui sintomas leves e não precisou de internação. Na primeira infecção, o paciente também apresentou sintomas respiratórios leves.

 

 

 

A amostra do segundo teste PCR foi encaminhada para a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Segundo especialistas da vigilância de Itabirito, o intuito da análise do primeiro e do segundo testes é confirmar a presença do COVID-19, e identificar uma possível mutação no vírus.

Novas orientações

No dia 7 deste mês, a SES-MG anunciou novas orientações relativas à suspeitas de reinfecções pelo coronavírus. Agora, todo caso que apresente novo quadro clínico 90 dias após a primeira infecção, deve ser notificado e classificado como suspeita de reinfecção.

 

Segundo a infectologista da SES-MG, Tânia Marcial, a maioria dos pacientes infectados apresenta imunidade ao vírus por um período médio de 90 dias. Dessa forma, se a suspeita de reinfecção surgir antes desse período, é preciso uma análise detalhada do material para descartar a existência de outros patógenos além do COVID-19.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade