Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

Laudo descarta morte de detento em Uberaba por COVID-19

Carlos Alberto Adão, de acordo com o Instituto Médico Legal, perdeu a vida por complicações de pneumonia e bronquite


13/09/2020 14:42

Detento, de 44 anos, estava na Penitenciária Professor Aluizio Ignacio de Oliveira, em Uberaba(foto: Reprodução/Google Street View)
Detento, de 44 anos, estava na Penitenciária Professor Aluizio Ignacio de Oliveira, em Uberaba (foto: Reprodução/Google Street View)
Descartada a morte de um detento da Penitenciária Professor Aluizio Ignacio de Oliveira, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, no último dia 8, por COVID-19 . Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança de Minas Gerais (Sejusp), o laudo aponta que as causas da morte foram as descritas pelo Instituto Médico Legal (IML), sendo elas pneumonia e bronquite. Com isso, o inquérito que tinha sido instaurado pela Delegacia de Polícia Civil está encerrado.

O presidiário, Carlos Alberto Adão, de 44 anos, natural de Ribeirão Preto, começou a passar mal no início da tarde da última terça-feira, e os outros presos que estavam na cela pediram ajuda, gritando por socorro.

Os guardas penitenciários abriram a cela e os próprios detentos levaram o colega até a enfermaria do presídio, aonde chegou desacordado, com batimentos cárdicos baixos.

Os médicos anda tentaram Carlos Alberto, mas não obtiveram sucesso. A morte foi declarada por volta das 16h. Segundo os primeiros exames, a vítima não tinha escoriações pelo corpo, nem sinais de que teria sofrido violência. O atestado de óbito atribuiu a morte a um mal súbito.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade