Publicidade

Estado de Minas OPERAÇÃO POLICIAL

Polícia Civil faz operação contra mineração ilegal e desmatamento na Grande BH

Instituição investiga extração ilegal de minério e desmatamento. Policiais cumpriram mandados em Belo Horizonte e Nova Lima. Mineradora disse que pediu acesso ao inquérito e que tem compromisso com o meio ambiente


09/09/2020 08:46 - atualizado 09/09/2020 17:03

Cumprimento de mandado nesta manhã(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Cumprimento de mandado nesta manhã (foto: Polícia Civil/Divulgação)


A Polícia Civil (PC) realizou, na manhã desta quarta-feira (9), uma operação que faz parte das investigações sobre extração ilegal de minério e desmatamento na Grande BH.

De acordo com a PC, a chamada Operação Ouro Negro tem o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão na sede de uma mineradora no Belvedere, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, e em Nova Lima. Os policiais também passaram pelas casas de gestores e de um geólogo. Foram três mandados em BH e outros três no município vizinho.

“Após três meses de investigação, a PCMG encontrou indícios de que a empresa teria expandido uma área de extração de minério de forma irregular, operando em uma região para a qual ela não tinha licença, incorrendo assim em crimes de depredação da flora e extração ilegal. De acordo com o delegado que coordena as investigações, Luiz Otávio Braga Paulon, a polícia acredita que os crimes estejam ocorrendo a cerca de um ano”, informou a instituição.

(foto: Polícia Civil/Divulgação)
(foto: Polícia Civil/Divulgação)

Cerca de 80 policiais civis participaram da ação, que foi coordenada pelo Departamento Estadual de Investigações de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), com o apoio da Coordenação Aerotática (CAT) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core).
 

Balanço da Operação

 
Ainda segundo o delegado Luiz Otávio Braga, foram cumpridos seis mandados nas residências de sócios e diretores da mineradora - alvos das investigações.
 
"Foram arrecadados diversos materiais, dispositivos móveis, eletrônicos e documentos que vão subsidiar as investigações", afirmou. 

Mineradora se pronuncia


Por meio de nota enviada no início desta tarde, a Cedro Mineração informou que foi “surpreendida” pela operação da Polícia Civil pela manhã. “A empresa registra que já solicitou acesso aos autos do Inquérito Policial e após a análise desse material pretende colaborar com as investigações para esclarecer os fatos”, diz a mineradora no texto. “A Cedro Mineração, empresa responsável pela geração de mais de 700 empregos diretos, reafirma o seu compromisso com a proteção do meio ambiente e esclarece que, desde o início de suas atividades, possui rígidos controles internos e nunca realizou desmatamento e extração de minério ilegais”, pontua. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade