Publicidade

Estado de Minas MINERAÇÃO

Justiça bloqueia R$ 43 milhões de empresas por mineração ilegal em Nova Lima

Operação Poeira Vermelha, da PF, apura supostos crimes por parte de mineradoras desde julho de 2019


15/07/2020 09:46 - atualizado 15/07/2020 20:30

Decisão foi deferida pela 11ª Vara Federal de Belo Horizonte(foto: Divulgação/Polícia Federal)
Decisão foi deferida pela 11ª Vara Federal de Belo Horizonte (foto: Divulgação/Polícia Federal)
A Polícia Federal (PF) conseguiu, após decisão da Justiça, bloquear R$ 43,2 milhões de empresas suspeitas de mineração ilegal em Nova Lima, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A decisão, divulgada nesta quarta-feira, é resultado de investigações de uma das fases da Operação Poeira Vermelha, que apura, além da extração ilícita, usurpação de bens da União, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Esta fase da operação teve início em maio deste ano e apurou que duas empresas causaram um dano maior que R$ 40 milhões aos cofres federais. A decisão pelo bloqueio, deferida pela 11ª Vara Federal de Belo Horizonte, determina a subtração imediata da quantia, que afetará oito pessoas físicas e cinco pessoas
jurídicas investigadas. 

As empresas também estão proibidas de operar nos locais em que era realizada a extração ilegal de minério de ferro. Segundo a PF, o limite do bloqueio é de cerca de R$ 4,7 milhões para alguns investigados e de cerca de R$ 38,5 milhões para outros.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade