Publicidade

Estado de Minas ESTADO DE CHOQUE

Filho do músico Toquinho procura PM e registra ocorrência de assalto em BH

Homem de 35 anos foi encontrado pelos militares no Centro da capital mineira gritando por socorro. Ele alega ter sido vítima de um roubo no Bairro Vista Alegre


05/09/2020 21:06 - atualizado 05/09/2020 22:13

Filho de Toquinho foi abordado na Avenida Capim Branco, no Bairro Vista Alegre, Região Oeste de BH(foto: Reprodução/Google Street View)
Filho de Toquinho foi abordado na Avenida Capim Branco, no Bairro Vista Alegre, Região Oeste de BH (foto: Reprodução/Google Street View)

 

O filho do cantor e compositor Toquinho, histórico parceiro de Vinicius de Moraes, procurou a Polícia Militar no fim da madrugada deste sábado (5) para registrar uma ocorrência de assalto em Belo Horizonte.

 

Pedro Pecci conta que estava em uma reunião de trabalho em um bar localizado na Avenida Capim Branco, no Bairro Vista Alegre, Região Oeste da cidade. Durante o encontro, dois homens se sentaram ao lado do grupo que estava ao lado dele.

 

Segundo a PM, Pecci afirmou que quando saía do bar foi abordado pelos dois homens: ambos de camisa branca e um deles com uma tatuagem no braço.

 

De acordo com a polícia, ele relatou que os homens se passaram por policiais civis. Conforme o boletim de ocorrência, o filho do cantor afirma não ter acreditado na história, mas foi ameaçado pela dupla com uma pistola semiautomática e obrigado a acompanhá-la.

 

Ainda conforme o documento da polícia, Pecci contou que os homens ameaçaram “plantar drogas” nele e entregá-lo às autoridades.

 

Eles deram voltas de carro com a vítima por cerca de uma hora, segundo o boletim. O filho do compositor contou que teve roubados um celular da marca Xiaomi, um chip, R$ 130 e um cartão de débito e crédito em nome de sua mãe.

 

Após ser vítima do assalto, ele contou aos policiais que pegou um ônibus rumo ao Centro da cidade, onde foi encontrado pela guarnição na Rua da Bahia.

 

De acordo com a polícia, Pecci estava em estado de choque e gritava por socorro. Contou, inicialmente, que seu carro havia sido roubado também.

 

Porém, depois, se lembrou que havia deixado o veículo, uma Mercedes Benz CLC ano 2010, na casa de um amigo. A mãe da vítima checou se havia sido sacado algum valor da conta, mas até o fechamento da ocorrência não havia registro de movimentação.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade