Publicidade

Estado de Minas TRIÂNGULO MINEIRO

Zema anuncia entrega de equipamentos e inaugura cervejaria em Uberaba

Antes, o governador almoçou com parlamentares e empresários na Regional Vale do Rio Grande da Fiemg


28/08/2020 18:16 - atualizado 29/08/2020 09:52

Zema destacou que Minas Gerais, há um mês, está em primeiro lugar no Brasil com menor taxa de óbitos(foto: Renato Manfrim)
Zema destacou que Minas Gerais, há um mês, está em primeiro lugar no Brasil com menor taxa de óbitos (foto: Renato Manfrim)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO) esteve em Uberaba nesta sexta-feira (28) e, durante coletiva à imprensa no auditório da sede da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), no Parque Fernando Costa, anunciou a entrega de ventiladores pulmonares, entre outros equipamentos médicos (bipaps e cardioversores), que serão utilizados pelo Hospital Regional José de Alencar e Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), no combate à COVID-19.

Ao todo, são 53 equipamentos, sendo 33 respiradores invasivos e de transporte. Em seguida, Zema, acompanhado do secretário de estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, foi participar da inauguração da Cervejaria Petrópolis.

Questionado sobre o valor total dos equipamentos médicos, o secretário de estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, respondeu que cada respirador custou em torno de R$ 50 mil reais. “No total, a compra de todos os respiradores para o estado custou cerca de R$ 50 milhões”, informou.

De acordo com a assessoria de imprensa do governo estadual, foram adquiridos para todo o estado, recentemente, 1.047 respiradores para auxiliar os municípios no enfrentamento à pandemia. Outros 343 equipamentos foram enviados pelo Ministério da Saúde, sendo 174 para o uso em UTIs, além de 169 ventiladores de transporte, utilizados em ambulâncias.
 
Zema destacou que, desde o início da pandemia, a macrorregião do Triângulo Sul dobrou o número de leitos de UTI, passando de 65 para 130. Ele ressaltou também que hoje Minas Gerais oferece 3.839 leitos de UTI na rede pública, sendo que antes da pandemia o estado tinha 2.072. “Na região Triângulo Sul nós ampliamos o número UTIs de 758 para 1.029, ou seja, uma das maiores ampliações que tivemos em termo de macrorregião em Minas Gerais", disse.

“Entre os estados do Brasil, Minas apresenta a menor taxa de óbitos pela COVID-19 por 100 mil habitantes. Está havendo um declínio nos casos de doenças e mortes (pela COVID-19) e o estado, há um mês, está em primeiro lugar no Brasil, com menor taxa de óbitos”, ressaltou Zema.

O prefeito Paulo Piau aproveitou a oportunidade para demonstrar insatisfação à adesão da cidade ao Minas Consciente, ao afirmar que o município foi obrigado pela Justiça a entrar no programa estadual de enfrentamento à COVID-19.

Em seguida, Piau elogiou o trabalho da Secretaria de Saúde e do Comitê Técnico-Científico. “Se formos analisar os contaminados e os curados, vamos ver o grande esforço público e privado na defesa da saúde das pessoas e de todas as medidas tomadas, que vieram a contribuir”.  

Uberaba fora do pacote de obras viárias


Nesta semana, o governo estadual anunciou um pacote de obras viárias avaliadas em R$ 100 milhões, mas Uberaba ficou de fora. Das oito obras que tiveram assinatura de ordem de serviço, o Triângulo Mineiro foi contemplado com a conclusão do Contorno Sul em Uberlândia, que ligará a MG-497 (Uberlândia-Prata) à BR-050. 

Questionado sobre o motivo do recapeamento e melhorias da MG-427 (Uberaba) não estar no pacote de obras viárias, governador Romeu Zema afirmou que será uma prioridade para 2021 conseguir recursos para viabilizar a recuperação dessa rodovia estadual, que interliga Uberaba e Conceição das Alagoas, e que se encontra em más condições.

Zema descartou, dessa forma, a possibilidade de obras de recapeamento da rodovia ainda este ano. Segundo o governador, os recursos para o pacote anunciado esta semana foram assegurados por meio de um financiamento do BNDES, contratado em gestões anteriores, sendo que essa verba só poderia ser aplicada para a construção de novos trechos. 

Inauguração de cervejaria


A inauguração da cervejaria do Grupo Petrópolis, em Uberaba, foi um evento restrito, em razão da pandemia, mas contou com a presença do governador Romeu Zema. O investimento nessa fábrica foi de pouco mais de R$ 1 bilhão, sendo que a produção inicial da cervejaria é de 110 mil litros de cerveja.
 
A fábrica tem capacidade produtiva superior a 8,6 milhões de hectolitros de cerveja por ano, ou seja, 860 milhões de litros de cerveja/ano(foto: Divulgação/Grupo Petrópolis)
A fábrica tem capacidade produtiva superior a 8,6 milhões de hectolitros de cerveja por ano, ou seja, 860 milhões de litros de cerveja/ano (foto: Divulgação/Grupo Petrópolis)
 
 
“É uma pauta positiva em Uberaba, no contexto de reativação da atividade econômica, pois muitos empregos foram perdidos durante esses cinco meses de pandemia, mas, nesta sexta-feira, vamos participar da abertura da fábrica de cervejas, o que vai trazer mais desenvolvimento à região”, ressaltou Zema.
 
A fábrica do grupo em Uberaba vai gerar cerca de 700 empregos diretos quando estiver em plena capacidade e quase 3 mil empregos indiretos na cidade e região do Triângulo Mineiro. A unidade mineira é a maior da companhia.
 
Eliana Cassandre, head de marketing do gupo, destacou que a fábrica de Uberaba tem capacidade produtiva superior a 8,6 milhões de hectolitros de cerveja por ano, ou seja, 860 milhões de litros de cerveja/ano. “Com essa unidade, vamos atender todo estado de Minas Gerais a partir de Uberaba. Mas por conta da posição geográfica e logística, a unidade tem condições de atender outras regiões, de acordo com a melhor estratégia da companhia. Nossa intenção é atender também parte de São Paulo, Centro-Oeste e outras áreas ainda em estudo”, disse
 

Ofertas de emprego 

 
“Estamos com 315 posições para fechar até dezembro deste ano. São posições na área industrial com foco na produção, manutenção, laboratório e administrativo. Os candidatos podem ver as vagas disponíveis no site”, informou Eliane Cassandre, que complementou que o foco das contratações está na cidade de Uberaba.

“Queremos valorizar a mão de obra local. Desde que anunciamos a fábrica na cidade, nossas equipes estão visitando universidades e escolas técnicas para levar mais detalhes da empresa, suas necessidades, e ver também o perfil e potencial de formação da região”, completou a executiva.
 
Localizada na Rodovia BR-050, KM 188, a nova fábrica tem 108 mil m² de área construída, o que equivale a quase 15 campos de futebol. Além disso, possui 190 mil m² de área gramada. Ao todo, são 14 edificações administrativas e 22 industriais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade