Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Contagem compra respiradores da Índia para ampliar leitos de UTI

São 52 novos aparelhos, que devem elevar para 107 o número de leitos de UTI exclusivos para pacientes com coronavírus


25/08/2020 14:08 - atualizado 25/08/2020 15:00

Os 52 respiradores foram comprados a um custo unitário de R$ 42 mil e podem elevar número de leitos de UTI exclusivos de COVID-19 para 107(foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Contagem)
Os 52 respiradores foram comprados a um custo unitário de R$ 42 mil e podem elevar número de leitos de UTI exclusivos de COVID-19 para 107 (foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Contagem)
Registrando uma alta de 68% nos casos confirmados de COVID-19 e de 47% nos óbitos somente neste mês, a Prefeitura de Contagem, cidade situada na Grande BH, foi à Índia para trazer 52 respiradores artificiais. Com isso, subirá para 207 o número de aparelhos disponíveis em toda rede de saúde do município.

A escolha pelos equipamentos asiáticos, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Cleber Faria, se deu pela relação custo/benefício. “O embaixador de Israel, Yossi Avraham Shelley, indicou a empresa, que pratica um preço justo no mercado mundial. Foi ele quem facilitou esse contato com a empresa indiana”, explicou o secretário.

Cada respirador custou R$ 42 mil. Sete Lagoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, também adquiriu recentemente respiradores, de uma empresa nacional, a um custo unitário de R$ 60 mil, conforme prestação de contas da prefeitura realizada no último dia 11. 

Segundo o secretário de Saúde de Contagem, o equipamento indiano é dotado de tecnologia moderna, que possibilita a otimização de oxigênio e energia. Os aparelhos também são menores que os convencionais produzidos no Brasil e ocupam menos espaço.

“Dessa forma, fica mais fácil o manejo dos leitos e até mesmo a criação de mais leitos em um mesmo espaço”, ressaltou Faria.

Atualmente, Contagem possui 64 leitos de UTI exclusivos para pacientes com COVID-19. Com os equipamentos novos, a expectativa é elevar esse número para até 107. Há ainda 115 leitos de enfermaria, todos distribuídos pelo Hospital Municipal de Contagem, UPA Sede e Hospital de Campanha. 

A taxa de ocupação dos leitos de UTI se encontra em 84% e dos leitos de enfermaria, em 41%. Os novos leitos de UTI serão abertos de acordo com a demanda de pacientes, conforme informou a Secretaria Municipal de Saúde.

Os novos respiradores também irão reforçar a rede de urgência da cidade. Vão ajudar na retomada gradativa de assistência, uma vez que com a flexibilização das atividades o número de acidentes e procura por assistência têm aumentado. 

COVID-19 em Contagem

De acordo com o último boletim epidemiológico municipal, divulgado nessa segunda-feira (24), a cidade possui 6.725 casos confirmados de COVID-19, com 257 óbitos confirmados e outros três em investigação. No dia 1º de agosto, o número de casos confirmados era de 3.998 e o município registrava 175 mortes por coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade