Publicidade

Estado de Minas

Casos de tráfico de drogas praticados em família aumentam em Minas

Ocorrências atendidas pela Polícia Militar mostram irmãos gêmeos, pai e filha, além de marido e mulher atuando juntos


25/07/2020 09:12 - atualizado 25/07/2020 10:26

Na casa dos irmãos gêmeos foram encontradas armas de fogo, 635 pedras de crack, 230 pinos de cocaína, 41 buchas de maconha, uma barra de maconha com aproximadamente 1,5 quilo, e duas balanças de precisão(foto: PMMG/Divulgação)
Na casa dos irmãos gêmeos foram encontradas armas de fogo, 635 pedras de crack, 230 pinos de cocaína, 41 buchas de maconha, uma barra de maconha com aproximadamente 1,5 quilo, e duas balanças de precisão (foto: PMMG/Divulgação)
"Linha puxa agulha”. O velho ditado serve para explicar algumas ocorrências policiais registradas essa semana, em que parentes estão envolvidos em crimes, em especial no trafico de drogas.

 

Tem irmão que leva irmão, pai que faz da filha sua parceira, marido que carrega a esposa. Cada vez mais, o registro de casos semelhantes, que de certa forma mostram a destruição das famílias.

Na quinta-feira, no Beco Levindo Santos, no Bairro Alto Vera Cruz, e BH, a Polícia Militar prendeu dois irmãos gêmeos por envolvimento com o tráfico de drogas. A PM recebeu uma denúncia anônima informando que os suspeitos eram vistos constantemente com armas e que seriam responsáveis pela comercialização de drogas na região.

Com a localização da casa dos irmãos, a polícia foi até o local e, ao baterem na porta, perceberam que um homem tinha pulado a janela dos fundos e saído em disparada. Iniciada a perseguição, um policial, que permaneceu na casa encontrou, do lado de fora do imóvel, sacolas com grande quantidade de drogas.

Logo, os irmãos, que têm 24 anos, foram presos. Nas buscas realizadas na casa e no quintal, os policiais encontraram armas de fogo, 635 pedras de crack, 230 pinos de cocaína, 41 buchas de maconha, uma barra de maconha com aproximadamente 1,5 quilo, e duas balanças de precisão. Além deles, uma mulher de 39 anos, que desacatou os policiais, foi presa.


No Morro das Pedras, na Região Centro- Sul de BH, ao dar o flagrante em um homem de 47 anos, que traficava e armazenava entorpecentes no ponto conhecido como Cascalho, os policiais militares foram surpreendidos por uma mulher, de 27 anos, que investiu contra eles, dando socos e pontapés.


Os policiais faziam a averiguação de uma denúncia anônima. Ao chegarem à casa, encontraram 87 pinos de cocaína, uma bucha de maconha, material de dolagem (invólucros para embalar a droga para a venda) e uma balança de precisão. E foi exatamente nesse momento que a mulher surgiu. Ela é filha do suspeito preso em flagrante. Os dois foram levados para a delegacia e a filha está sendo investigada por ser sócia do pai.

Na fazenda, em Carmo da Cachoeira, patrulheiros da Polícia Militar Ambiental apreenderam 26 mil papelotes de cocaína(foto: PMMG/Divulgação)
Na fazenda, em Carmo da Cachoeira, patrulheiros da Polícia Militar Ambiental apreenderam 26 mil papelotes de cocaína (foto: PMMG/Divulgação)


LABORATORISTAS 


Em uma fazenda em Carmo da Cachoeira, no Sul de Minas, patrulheiros da Polícia Militar Ambiental, ao investigar uma denúncia de maus tratos a pássaros, acabaram por descobrir um laboratório de refino de cocaína dentro da sede. O homem fugiu, no entanto, sua mulher, que era sua parceira de tráfico, foi detida.

No dia da apreensão, na quinta-feira, foram apreendidos 26 mil papelotes de cocaína. Ao realizar uma vistoria nas terras da fazenda, os policiais encontraram, na sexta-feira e nesse sábado, mais 36 mil papelotes da droga.

O casal tem dois filhos, dois meninos, de sete e dois anos, e o mais velho contou aos policiais que os pais diziam pra eles que o trabalho deles era refinar sal, o que, segundo policiais de Carmo da Cachoeira, comprova a parceria de marido e mulher no tráfico. O marido continua foragido. A mulher está presa. Os filhos do casal foram entregues a parentes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade