Publicidade

Estado de Minas Cerco ao tráfico

Polícia estoura laboratório do refino de cocaína e crack no Triângulo

Também foi encontrada substância utilizada para adulterar e aumentar a quantidade de cocaína que vai para o mercado


24/07/2020 18:45 - atualizado 24/07/2020 18:53

Vasto material foi apreendido na Operação Triângulo(foto: Polícia Militar de Minas Gerais/Divulgação)
Vasto material foi apreendido na Operação Triângulo (foto: Polícia Militar de Minas Gerais/Divulgação)
Nada menos do que 180 quilos de Fenacetina – produto sintético utilizado para adulterar e aumentar a cocaína ofertada por traficantes –, além de 4,5 cinco quilos de pasta base de crack, sete quilos de crack e 1,3 quilo de pedras de crack. Esse foi o saldo das apreensões no primeiro dia da Operação Triângulo, que tem como objetivo combater o tráfico de drogas no Triângulo Mineiro.

A operação é realizada em cooperação pela 5ª RPM de Uberaba, a 9ª RPM de Uberlândia, a 10ª RPM de Patos de Minas e a 16ª RPM de Unaí. Ao todo, será realizada em 88 municípios.

Praticamente todo o efetivo da Polícia Militar no Triângulo Mineiro foi empenhado na operação. Os primeiros resultados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (24).

Em Uberlândia, guarnições do GER e da Ronda Ostensiva com Cães (Rocca) abordaram dois suspeitos, que levaram os policiais até uma casa onde fora localizada grande quantidade de entorpecentes e armamento.

Era onde estava a Fenacetina.

Na casa funcionava também um laboratório de refino de cocaína.

No mesmo local foram apreendidas, além da droga, uma pistola 380mm, dois carregadores de pistola, 149 munições calibre 380mm, 10 munições calibre 38, R$ 2.420,00 em dinheiro, dois veículos, aparelhos de micro-ondas e potes utilizados na preparação da droga.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade