Publicidade

Estado de Minas

Detento de 77 anos morre de COVID-19; presídios de Minas têm 321 casos

Homem estava preso no Ceresp Gameleira e apresentou sintomas da doença 10 dias depois de ser admitido. Este é o segundo óbito no sistema prisional


postado em 30/06/2020 11:05

Ceresp Gameleira, em Belo Horizonte, tem outros 11 presos com a doença(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press 2/12/13)
Ceresp Gameleira, em Belo Horizonte, tem outros 11 presos com a doença (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press 2/12/13)


A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e o Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG) confirmaram a segunda morte de um detento por COVID-19 no estado. Até o momento, foram 321 diagnósticos positivos para doença no sistema prisional mineiro. 

O homem que morreu se chamava Pedro Vitoriano de Souza, tinha 77 anos e não possuía outras doenças. Em 9 de junho, foi admitido Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) Gameleira, na Região Oeste de Belo Horizonte, uma das 30 unidades selecionadas pela Secretaria como porta de entrada no sistema para cumprimento de quarentena. Ele cumpria prisão temporária. Dez dias depois, o idoso apresentou coriza e tosse seca. 

O primeiro atendimento foi realizado pela equipe de saúde da unidade. A partir daí, ele foi isolado. O quadro piorou e, no último dia 24, ele precisou ser levado à Unidade de Pronto-Atendimento Oeste (UPA Oeste), onde realizou o exame para COVID-19. No dia seguinte, o detento foi transferido ao Hospital Júlia Kubischeck e morre em 28 de julho, com causa confirmada para a doença provocada pelo coronavírus, segundo a Sejusp.

Em nota, a Sejusp e o Depen-MG lamentaram a morte do detento e informaram quais medidas foram tomadas. “Todos os 10 presos que pertencem à ala em que Pedro se encontrava já estão, desde o seu encaminhamento para o centro de saúde, isolados e sendo acompanhados pela equipe de saúde da unidade. O local também está recebendo limpeza e desinfecção diariamente. Todos serão testados para COVID-19”, diz o texto. Na mesma unidade, há outros 11 presos com diagnóstico positivo para COVID-19, em outra ala. Eles não apresentam sintomas e vem sendo monitorados. 

No último dia 25, a Sejusp recebeu a confirmação de que a morte do detento Antônio Pereira Nunes, de 67 anos, foi por causa da COVID-19. Ele era do Presídio José Martinho Drummond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, e recebeu o benefício da prisão domiciliar quando já estava hospitalizado com um quadro de pneumonia. O teste rápido para COVID-19 foi feito no dia seguinte à internação e deu positivo. Ele morreu em 18 de junho. 

Ainda segundo a Sejusp, Minas Gerais tem 60 mil detentos. Dos 321 que têm confirmação da doença, um está internado e os demais estão assintomáticos ou com sintomas leves, acompanhados por profissionais de saúde nas unidades. 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade