Publicidade

Estado de Minas

CEFET-MG vai produzir e doar álcool para a Polícia Civil e população carente

Projeto do departamento de Química do Centro Federal também atenderá trabalhadores terceirizados


postado em 28/05/2020 09:45 / atualizado em 28/05/2020 12:56

(foto: Foto: Divulgação CEFET-MG)
(foto: Foto: Divulgação CEFET-MG)
Um projeto do campus I do CEFET-MG prevê a produção e doação de 1.200 litros de álcool glicerinado 80º GL para ajudar no combate ao coronavírus. A produção será disponibilizada para servidores e  trabalhadores terceirizados dos campi de Belo Horizonte que estão em atividades presenciais, além de comunidades carentes e para o Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Belo Horizonte.

O projeto é coordenado pelo professor Ildefonso Binatti, do departamento de Química, e conta com a participação de mais três servidores: a técnica-administrativa Jéssica Silva e os docentes Cleverson Garcia e Júnia Binatti. Eles serão responsáveis por orientar três estudantes na produção, caracterização físico-química, envasamento, rotulagem e embalagem do álcool glicerinado.

A produção do álcool pelo CEFET-MG busca seguir as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda o uso de antisséptico como as soluções alcóolicas nos momentos em que a higienização das mãos com água e sabão não é possível. Como explica Ildefonso Binatti, a escolha pelo álcool glicerinado 80º GL, frente ao álcool em gel 70º INPM, é uma alternativa mais barata e viável.
 
"Os insumos para a produção do álcool em gel são mais caros e gasta-se mais tempo para a sua produção", afirma. "Na produção de um lote de álcool em gel são gastos em média de dois a três dias, enquanto o álcool glicerinado pode ser feito em um único dia". O projeto do Departamento de Química está aguardando a finalização do processo de compra dos insumos para iniciar a produção.

De acordo com o professor, a iniciativa busca ajudar diversos segmentos da sociedade. "Com esse projeto, os servidores e terceirizados do CEFET-MG que estão trabalhando de forma presencial poderão tomar as precauções pra evitar a contaminação pelo coronavírus; as comunidades carentes também terão acesso a esta forma de prevenção e outras instituições públicas poderão contar com este antisséptico para poderem desempenhar suas atividades de forma mais segura", conta.

O projeto "Produção e doação de álcool glicerinado 80º GL para terceirizados, comunidades carentes e órgãos públicos" foi aprovado em edital da Diretoria de Extensão e Desenvolvimento Comunitário para ações de combate ao novo coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade