Publicidade

Estado de Minas REGIÃO CENTRAL

Pompéu registra mais três casos de coronavírus; quarto em menos de 48 horas

A cidade da Região Central de Minas enfrenta a fase mais crítica da doença, até o momento, com quatro casos


postado em 27/05/2020 15:27 / atualizado em 27/05/2020 17:41

Este foi o quarto caso no município em menos de 48 horas(foto: Divulgação/ Prefeitura)
Este foi o quarto caso no município em menos de 48 horas (foto: Divulgação/ Prefeitura)
O quarto caso de paciente com o novo coronavírus (Sars-Cov-2) em Pompéu, na Região Central de Minas Gerais, foi confirmado na tarde desta quarta-feira (27), pela prefeitura municipal. O registro ainda não foi contabilizado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) no informe epidemiológico diário

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Fernanda Guimarães Cordeiro, após a constatação do primeiro caso de COVID-19 no município, a Secretaria de Saúde continuou monitorando a situação de familiares e amigos do primeiro paciente infectado. 

“Quatro pessoas que tiveram possíveis contatos com o paciente foram levadas para realizar testes rápidos, mas apenas metade deles deu negativo. Posteriormente, recebemos no PSF rural um idoso que apresentava sintomas característicos da doença. A unidade de saúde encaminhou o paciente para a realização do teste, que deu positivo”. 

A primeira ocorrência da doença trata-se de um homem que reside na cidade. Ele foi atendido em um consultório particular e, posteriormente, encaminhado para o Pronto Atendimento de Pompéu. Após realizar os exames no local, foi transferido para Sete Lagoas, município de referência no combate à COVID-19 na região.

De acordo com o informe epidemiológico divulgado pela prefeitura na tarde desta quarta-feira (27), foram contabilizadas 103 notificações de casos suspeitos e quatro de pessoas contaminadas. Os novos casos apontaram para o quarto confirmado na cidade em menos de 48 horas

Prefeito diz que casos eram esperados


Por meio de um vídeo divulgado no site da prefeitura, o vice-prefeito Evangelos Adriano Pereira, ressaltou que “é importante que a população entenda que, como esperado, esses casos da doença começarão aparecer na cidade”. E, “quanto ao agravamento desses casos, estamos em excelente contato com unidades referenciais de saúde de Sete Lagoas para que nenhum pompeano sofra mais do que deve com a doença”.

No início do mês, quando ainda não havia casos registrados no município, a Prefeitura de Pompéu havia flexibilizado o funcionamento das atividades comerciais, seguindo todas as normas expressas nos decretos municipais e de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde.
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Kelen Cristina

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade