UAI
Publicidade

Estado de Minas BALANÇO DIÁRIO

Sobe para 150 o número de mortes em Minas pelo coronavírus

Número de casos confirmados no Estado sobe para 4.474, acréscimo de 278 registros nas últimas 24 horas


postado em 16/05/2020 10:31 / atualizado em 16/05/2020 11:59

(foto: STR/AFP)
(foto: STR/AFP)
De acordo com boletim divulgado nesta manhã, Minas Gerais tem mais quatro mortes registradas por coronavírus, totalizando agora 150 óbitos. O número de casos confirmados subiu para 4.474, com mais 278 registros nas últimas 24 horas.

Ainda segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), o número de pacientes recuperados é de 2.190, acréscimo de 234 pessoas. Os casos em acompanhamento são de 2.134 pacientes.

Minas Gerais tem 317 municípios com casos confirmados de coronavírus, sendo que 71 cidades já registraram pelo menos uma morte. O município mais impactado pela doença é Belo Horizonte, com 1.121 casos confirmados e 29 mortes. Na sequência vêm Juiz de Fora (392 casos e 16 mortes), na Zona da Mata, e Uberlândia (378 casos e 11 mortes), no Triângulo Mineiro.

Até o momento, as cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) mais afetadas pelo coronavírus são Divinópolis (125 casos e uma morte), Contagem (106 casos e três mortes) e Nova Lima (104 casos e nenhuma morte).

PERFIS De acordo com o perfil epidemiológico dos casos confirmados do coronavírus, que não evoluíram a óbito, a distribuição da contaminação entre os sexos é de 50%, sendo 2.164 em homens e 2.160 em mulheres. A média de idade dos casos confirmados é de 44 anos. 77% dos infectados têm entre 20 e 59 anos de idade. A faixa etária mais afetada é a entre 30 e 39 anos, que soma 1.052 casos. As comorbidades, doenças que podem agravar o quadro de quem se contamina com o coronavírus, já foram identificadas em pelo menos 706 pacientes positivos para a covid-19.

Já no perfil epidemiológico das mortes confirmadas pelo coronavírus, 78 dos indivíduos são homens (52%) e 72 mulheres. A média de idade dos óbitos é de 69 anos. 76% das mortes acometeram pessoas com mais de 60 anos. Em 89% dos casos fatais, o paciente apresentava alguma comorbidade, entre as principais a hipertensão, seguida por doenças cardiovasculares e diabetes. 

O número de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ao longo de 2020 em Minas Gerais, que não são necessariamente casos da covid-19, é de 9.258, contra 1.344 no mesmo período de 2019, um incremento de 589%.

Números nacionais 


No Brasil, até o balanço divulgado ontem pelo Ministério da Saúde, já são 14.817 óbitos e 218.223 contaminados pela doença. Nas últimas 24 horas foram registradas 824 mortes e 15.305 novos casos por covid-19 no país, o que representa um novo recorde diário de ocorrências.

Ainda de acordo com o balanço de ontem, há pelo menos 2.300 mortes em investigação para identificar se a causa foi a covid-19 ou não. Dos casos confirmados de coronavírus no país, 118.436 estão em acompanhamento e 84.970 estão recuperados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade