Publicidade

Estado de Minas

Secretaria de Saúde espera aumento de casos suspeitos de coronavírus em Minas nas próximas semanas

Minas tem cinco casos com suspeita. Três em Belo Horizonte, um em Montes Claros e um em Juiz de Fora


postado em 27/02/2020 17:51 / atualizado em 27/02/2020 19:10

(foto: Tulio Santos/EM/D. A. Press)
(foto: Tulio Santos/EM/D. A. Press)
O aumento no número de casos de contaminações do coronavírus em países da Europa acendeu o alerta vermelho para autoridades da saúde em Minas Gerais, que já trabalham com a possibilidade de uma "inundação de casos suspeitos no estado". 

Segundo o secretário de Estado da Saúde Carlos Eduardo Amaral Pereira, com os casos restritos à China e alguns países asiáticos o controle era mais fácil devido ao pouco número de voos diretos. Com contaminações em países mais próximos, como Itália e França, e com maior quantidade de voos, é esperado um aumento significativo de casos suspeitos em Minas. 

“Depois da inclusão dos países europeus (entre os que confirmaram casos do coronavírus), temos um fluxo muito grande de pessoas entre esses países e o Brasil. Consequentemente, é de se esperar que teremos uma notificação muito intensa de pessoas com síndrome gripal vindas da Europa, principalmente Itália, Alemanha a França. Com isso esperamos que haja um aumento grande de notificações”, explica o secretário Carlos Eduardo Amaral.

Para o subsecretário de Vigilância em Saúde, Dario Brock Ramalho, a disseminação de casos em países europeus faz com que a forma como as autoridades da saúde no Brasil atuem com o combate ao vírus.

“Até o momento os casos eram restritos à China, com o fato acontecendo em países mais próximos, esperamos centenas de casos suspeitos. A gente vai assistir um aumento de casos suspeitos em breve. Não só em Minas, mas no Brasil inteiro”, analisa Ramalho.  

 

Apesar de considerar o estado preparado para acompanhar os casos suspeitos, a secretaria espera publicar nos próximos um decreto de emergência. A medida pretende facilitar a compra de medicamentos e materiais usados no combate à disseminação do vírus

"Estamos analisando a elaboração deste decreto com objetivo de acelerar as medidas necessárias, como compra de medicamentos, materiais e leitos", diz o Carlos Eduardo Amaral.   

O secretário afirmou que nesta quinta-feira (27) Minas tem cinco casos com suspeita. Três em Belo Horizonte, um em Montes Claros e um em Juiz de Fora. “Em Minas não temos casos confirmados do coronavírus. Temos cinco casos suspeitos identificados pelo Ministério da Saúde e outros casos notificados que ainda não são classificados como suspeitos”, afirmou o secretário.

Segundo ele, para considerar o caso como suspeito, o ministério avalia se houve alguma relação da pessoa com algum país em que há transmissão do vírus e se há sintomas respiratórios e febris.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade