Publicidade

Estado de Minas

Volta do carnaval de BH: demanda cresce e tarifa dos aplicativos de transporte privado dispara

Junção entre parte dos motoristas de folga com o feriado prolongado e alta procura de foliões para retornar para casa contribui para alta nos preços das viagens


postado em 22/02/2020 21:28 / atualizado em 22/02/2020 21:32

Imagem meramente ilustrativa(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Imagem meramente ilustrativa (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

 

Mais de R$ 50 para ir da Savassi até a Pampulha na modalidade mais popular: esse é apenas um dos exemplos de como a tarifa dos aplicativos de transporte disparou na noite deste sábado (22), quando parte dos foliões acionam seus apps para retornar para casa.


Com a chuva que caiu no início da noite, a situação piorou ainda mais, já que quem queria esticar a festa por algumas horas a mais se viu forçado a voltar para casa.


Para se ter uma ideia, o trajeto entre o Centro de BH, partindo da Praça da Estação para a Avenida Sinfrônio Brochado, uma das principais da Região do Barreiro, está avaliada em mais de R$ 60 – novamente na modalidade mais barata.


Na mesma toada, quem está na Praça Raul Soares e precisa se deslocar até a Avenida Cristiano Machado, um trajeto de pouco mais de 10 minutos, custa quase R$ 20, novamente na modalidade mais barata.


Em conversa informal com motoristas de aplicativo neste sábado, a reportagem ouviu deles que o perfil do cliente durante o carnaval não ajuda, uma vez que é frequente a entrada de pessoas embriagadas nos carros.


Outra preocupação trazida por eles diz respeito às dificuldades para se locomover pela cidade. Há dificuldades para chegar até onde o cliente está, além dos engarrafamentos que tomam conta de BH.



Publicidade