Publicidade

Estado de Minas

Chuvas em Minas: Zema e ministro se reúnem com prefeitos para definir distribuição de recursos

Encontro aconteceu na tarde deste domingo (26). Estado tem mais de 11 mil pessoas fora de suas casas e 37 mortes confirmadas


postado em 26/01/2020 14:39 / atualizado em 26/01/2020 15:03

(foto: Ivan Drummond/EM/D.A Press)
(foto: Ivan Drummond/EM/D.A Press)

 

“O governo federal dispõe, hoje, de R$ 90 milhões para atender aos estados, em casos de tragédias como às de Minas Gerais.” A afirmação foi feita na tarde deste domingo (26) pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que fez um sobrevoo, pela manhã, com o governador Romeu Zema (Novo), nas áreas afetadas pela chuva na Grande BH.


O sobrevoo durou cerca de uma hora. Logo depois, foi realizada uma reunião com os prefeitos de oito cidades: Contagem, Betim, Ibirité, Sabará, Santa Luzia, Raposos, Moema e Belo Horizonte.


Foram passadas as diretrizes para o recebimento dos recursos. Somente Alexandre Kalil (PSD), prefeito de BH, não participou do encontro. Saiu antes do retorno do sobrevoo do ministro e do governador.


Até a última atualização da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), 37 pessoas morreram por causa das chuvas desde quinta-feira. Elas se juntam as outras 11 que já haviam perdido a vida nos meses anteriores, o que totaliza 48 óbitos durante o período chuvoso em Minas.


Ao mesmo tempo, mais de 17 mil pessoas já foram afetadas pelas chuvas. São 13.687 desalojados e 3.354 desabrigados no estado.


Publicidade