Publicidade

Estado de Minas

Autoridades desmentem áudio de WhatsApp sobre chuva em Belo Horizonte

Mensagem que circula no aplicativo falando sobre ponto facultativo e fechamento do metrô durante a chuva em BH é falsa. População deve buscar informações nos canais oficiais


postado em 23/01/2020 13:19 / atualizado em 23/01/2020 20:22



São falsas as afirmações contidas em um áudio que circula pelo WhatsApp desde quarta-feira prevendo um cenário de caos em caso de chuva nesta sexta-feira em Belo Horizonte. O boato fala em ponto facultativo no serviço público e até o fechamento do metrô. 

“Não há previsão de ponto facultativo na Prefeitura de Belo Horizonte”, informou a assessoria do Executivo municipal nesta quinta-feira. No início desta tarde, o prefeito Alexandre Kalil, que transferiu o gabinete para o Centro Integrado de Operações da capital (COP-BH), vai conceder uma entrevista coletiva sobre as medidas que devem ser tomadas em função da precipitação. Também não há previsão de ponto facultativo nos órgãos do estado, segundo a assessoria de comunicação do governo de Minas. 

Quinta-feira começou com chuva em todas as regiões de Belo Horizonte(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Quinta-feira começou com chuva em todas as regiões de Belo Horizonte (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


A Defesa Civil de Minas Gerais também desmentiu o áudio ao longo desta manhã e o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador-adjunto do órgão, divulgou um vídeo sobre o assunto. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Belo Horizonte também pede que a população fique atenta. “Em momentos de alerta de chuva, compartilhe apenas as informações oficiais da Defesa Civil de Belo Horizonte. Acompanhe no Instagram, Twitter, Facebook e Telegram pelo @defesacivilbh. Receba também mensagens no celular via SMS 40199. É grátis!”, diz o órgão. 

Defesa Civil da capital envia informações sobre a previsão do tempo em BH, além das áreas de risco, por meio de SMS e redes sociais(foto: Defesa Civil de BH/Divulgação)
Defesa Civil da capital envia informações sobre a previsão do tempo em BH, além das áreas de risco, por meio de SMS e redes sociais (foto: Defesa Civil de BH/Divulgação)
Diante da repercussão do áudio, em que um homem se identifica como motorista que havia feito uma corrida para um integrante da Defesa Civil da capital, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-BH) esclareceu que “não existe qualquer paralisação prevista para as operações do metrô nesta quinta e sexta-feira (23 e 24/1) e o sistema segue operando, normalmente, das 5h15 às 23h, com todas as estações abertas à população”. 

A Companhia enfatiza que não há qualquer fundamento nas notícias veículadas por WhatsApp sobre paralisação das atividades. “O metrô seguirá cumprindo a grade habitual de viagens e zelando pela segurança de todos”. 

O Boulevard Shopping Belo Horizonte, que fica na Avenida dos Andradas, no Bairro Santa Efigênia, também é citado no áudio. Por meio de sua assessoria de imprensa, o centro de compras afirma que vai abrir. "O Boulevard Shopping BH informa que fez contato com a Defesa Civil e o órgão garantiu que o empreendimento não está em risco em função da previsão de chuva nos próximos dias. Assim, o shopping funcionará normalmente nesta sexta-feira", diz a nota. 

Previsão do tempo para BH amanhã

Volume de chuva acumulado na manhã desta quinta-feira(foto: Arte/Soraia Piva)
Volume de chuva acumulado na manhã desta quinta-feira (foto: Arte/Soraia Piva)

Em entrevista ao Estado de Minas por volta das 14h desta quinta-feira, a metrologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Anete Fernandes, afirmou que a previsão para amanhã é de o cenário não seja tão diferente do registrado hoje até o momento. “A previsão é de céu encoberto a nublado com pancadas de chuva a qualquer hora do dia.   Ou seja, esperamos uma chuva mais continua como ocorreu hoje. As temperaturas se mantém amenas, entre 18 e 23 graus”, informou. 

Ela explicou que grandes tempestades ocorrem quando as temperaturas estão mais altas e essa não é a expectativa para hoje.  Não há como assegurar o grau de intensidade mesmo com o monitoramento diário, já que o clima é instável, segundo ela. 


Publicidade