Publicidade

Estado de Minas

Por uma mensagem de paz: intérprete do bom velhinho sua a camisa para alegrar a criançada

Incorporando Papai Noel há 25 anos, Mário de Assis se desdobra para entregar presentes e ainda tem fôlego para ser a atração principal do almoço de Natal do Restaurante Popular de BH


postado em 22/12/2019 06:00 / atualizado em 22/12/2019 07:12

'Incorporando' o bom velhinho há 25 anos, Mário de Assis alegrará crianças no almoço especial de Natal do Restaurante Popular (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
'Incorporando' o bom velhinho há 25 anos, Mário de Assis alegrará crianças no almoço especial de Natal do Restaurante Popular (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

Pensa que vida de Papai Noel é fácil – que é só cruzar os céus no trenó puxado pelas renas e depois entrar, na calada da noite, nas chaminés do mundo? Pois não é bem assim: o bom velhinho, hoje, enfrenta engarrafamento, transpira em bicas dentro da roupa vermelha e passa semanas e semanas arrecadando presentes para a meninada. Com seu jeito bonachão e barbas brancas, Mário de Assis, de 59 anos, encarna há 25 o papel de bom velhinho e cada vez mais se mostra feliz em sair pelas ruas, receber abraços e passar sua mensagem de paz: “O que mais quero é que o ódio, não importa de que lado esteja, termine sobre a face da Terra, principalmente no Brasil”.

Na tarde de sábado, Mário de Assis fez a alegria da criançada no Bairro Bom Destino, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e às 14h seguiu para Bom Jesus do Amparo, a 69 quilômetros da capital. “Nos últimos dias, usei um modelo tropical, para espantar o calor. Uma camiseta vermelha no lugar do casaco”, confidenciou o homem solidário. Hoje, com a roupa completa, estará em Itaúna, na Região Centro-Oeste.

Mas a grande expectativa está voltada para quarta-feira (25), quando os cristãos celebram o nascimento de Jesus. Nesse dia, Papai Noel, com seus colaboradores, estará no tradicional Almoço de Natal no Restaurante Popular, oferecido das 11h às 14h pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), via Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional. Com estimativa de servir 4,5 mil refeições gratuitamente, o evento, completando 25 anos, será na unidade do Restaurante Popular 1 – Herbert de Souza, localizado na Avenida do Contorno, 11.484, no Centro.

Gentileza


Em nota, a PBH informa que Belo Horizonte é referência nacional em segurança alimentar, gentileza e solidariedade. Os técnicos lembram que “historicamente, o 25 de dezembro celebra o encontro dessas três características da cidade no Almoço de Natal do Restaurante Popular, servido por voluntários que apoiam a iniciativa da prefeitura”.

O diretor dos restaurantes populares, Wellemy Nogueira, garante que quem for almoçar no local, na quarta-feira, encontrará um cardápio saboroso. No prato principal, frango assado ao molho de maçã com cebola caramelizada acompanhado de arroz com alho, tutu de feijão e maionese de legumes e salada verão (alface, agrião, repolho roxo, rúcula e tomate). E mais: suco de manga e abacaxi com hortelã na sobremesa.

Ao longo do mês, foram recebidas doações de brinquedos, guloseimas, material escolar e de higiene a serem distribuídas pelo Papai Noel durante o almoço. Para garantir o serviço no dia, a PBH conta com a ajuda de 180 voluntários entre cidadãos e servidores. O evento terá música ao vivo, além da distribuição de presentes feita pelo Papai Noel.

Já preparado para a missão, Mário de Assis só faz um pedido às autoridades municipais. “Já pedi a todos os prefeitos para colocar um fraldário, de forma a dar mais conforto aos pais e aos bebês. Não é possível, como já ocorreu, a mãe limpar a criança sobre a mesa de refeição, né?”, pergunta o solidário Mário de Assis, no seu quartel-general no Centro da cidade.




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade