Publicidade

Estado de Minas

'Filhas do bumbum': dupla é presa por aplicar silicone industrial em mulheres

Procedimentos eram agendados em aplicativo de mensagens. Corpo das vítimas rejeitava o produto


postado em 20/12/2019 18:24 / atualizado em 20/12/2019 19:11

(foto: Polícia Civil/Divulgação)
(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Uma esteticista e uma empresária foram presas em flagrante pela Polícia Civil. A dupla é acusada de aplicar silicone industrial em mulheres que agendaram o procedimento em um grupo de aplicativo de mensagens denominado “Filhas do bumbum”. As suspeitas teriam feito, pelo menos, 100 vítimas, entre paulistas, cariocas e até estrangeiras. 

O flagrante foi feito no último dia 6, no momento em que era realizada a aplicação de silicone industrial nas nádegas de uma das vítimas. Amanda Juliana Fernandes França, de 41 anos, e a empresária Dayse Viviane Martins Lopes, de 34, realizavam os procedimento em um salão de beleza, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Os levantamentos apontam que Dayse era a responsável pelo agendamento dos procedimentos pelo aplicativo, enquanto Amanda, que é do Rio de Janeiro, ia uma vez por mês a Contagem para realizar a aplicação do silicone industrial — produto utilizado na limpeza de carros, na impermeabilização de azulejos e na vedação de vidros. 

Segundo o delegado Rodrigo Bustamante, chefe do 2º Departamento de Polícia Civil Regional em Contagem, o produto era acondicionado em embalagens com rótulos de uma substância conhecida como hidrogel, que teve o registro suspenso em 2014 pela Anvisa. “No entanto, em exames no Instituto de Criminalística, foi comprovado de que se tratava de silicone industrial”, explica Bustamante.  

Também segundo o delegado, Amanda cobrava cerca de R$ 4 mil por cada aplicação, enquanto Dayse recebia 10% desse valor. 

O Delegado Regional em Contagem, Luciano Guimarães, também à frente das investigações, disse que no local foram apreendidos materiais cirúrgicos, seringas, ampolas, anestésicos e diversos antibióticos. “Um verdadeiro centro cirúrgico foi montado para a realização desse procedimento estético”, informou.

* A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade