Publicidade

Estado de Minas

Menina de seis anos morre atingida por tiro acidental do irmão

O tiro partiu de uma espingarda cartucheira de chumbinho que era manuseada pelo irmão da vítima, de 12 anos


postado em 01/12/2019 15:17 / atualizado em 01/12/2019 17:23

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma menina de seis anos morreu, na manhã deste domingo, ao ser atingida acidentalmente por um disparo de arma de fogo, em Capitão Enéas, no Norte de Minas.

O tiro partiu de uma espingarda cartucheira de chumbinho que era manuseada pelo irmão da vítima, de 12 anos. O disparo, a curta distância, atingiu as costas da criança, na região lombar. No momento do acidente, os pais não estavam em casa.

Além de equipes do Serviço Móvel de Urgência (Samu), uma helicóptero do Corpo de Bombeiros de Montes Claros deslocou para o povoado Orion, na zona rural do município,  para fazer o resgate da menina.  

A equipe de socorro tentou reanimá-la com massagens cardiopulmonares, mas ela não resistiu ao ferimento e morreu. O corpo foi  levado para o Instituto Médico Legal (IML) de capitão Enéas.

Segundo os Bombeiros, o pai contou que deixou os filhos com uma tia e foi participar de um evento, juntamente com a mãe e a avó. Na versão dele, o menino viu as crianças com uma espingarda no quintal, e, ao tentar tomar a arma da irmã, acabou disparando contra ela acidentalmente.

O homem disse que arma era dele, e que a deixava escondida no telhado. Ele não soube explicar, porém, como as crianças conseguiram pegar a espigarda. A arma foi apreendida. Dois conselheiros tutelares acompanham as investigações conduzidas pela Polícia Civil para apurar o caso.





Publicidade