Publicidade

Estado de Minas

Militar suspeito de matar namorada se apresenta à Polícia Civil nesta quinta-feira

Jovem recebeu três tiros no dia 4 deste mês. O suspeito postou fotos do corpo da vítima no perfil do WhatsApp de Patrícia


postado em 14/11/2019 15:54 / atualizado em 14/11/2019 16:44

Patrícia foi encontrada morta jogada na cama do casal(foto: Facebook / Reprodução)
Patrícia foi encontrada morta jogada na cama do casal (foto: Facebook / Reprodução)

sargento da Polícia Militar, Glaysson de Souza, suspeito de matar a namorada, Patrícia Salviano Irrthum, de 23 anos, no dia 4 deste mês, se apresentou à PM na tarde desta quinta-feira (14). Ele foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde presta depoimento. 

Entenda

Patrícia, namorada do militar, foi encontrada morta com três tiros - na nuca, no peito e no rosto -, jogada em cima da cama do casal, no Bairro Gávea, em Vespasiano. O principal suspeito é o sargento, que desapareceu na noite do crime.

O aparelho celular da vítima foi encontrado ao lado do corpo e apreendido pela Polícia Civil. De acordo com as primeiras investigações, após ele ter dar um tiro na nuca da mulher, o autor fez uma foto do corpo com o disparo e postou a imagem no perfil do WhatsApp da vítima, com a frase: “Fui trair meu marido polícia deu nisso”.

Depois de outros disparos, o militar teria supostamente mandado outras mensagens pelo celular da vítima para uma amiga dela e para o telefone dele. 
 
* A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


Publicidade