Publicidade

Estado de Minas

Câmeras do Olho Vivo flagram briga entre torcedores de Atlético e Cruzeiro em BH

Integrantes de torcidas organizadas se enfrentaram em ruas movimentadas do Centro de Belo Horizonte. Quatro pessoas foram detidas, mas depois liberadas


postado em 01/10/2019 13:56 / atualizado em 01/10/2019 14:42

Confronto aconteceu em uma das ruas mais movimentadas de BH(foto: Reprodução/ Câmeras Olho Vivo)
Confronto aconteceu em uma das ruas mais movimentadas de BH (foto: Reprodução/ Câmeras Olho Vivo)

Belo Horizonte voltou a ser palco de mais uma briga entre integrantes de torcidas organizadas de Atlético e Cruzeiro. Desta vez, o confronto aconteceu em ruas bem movimentadas do Centro da cidade. Três membros da Galoucura perseguiram um homem que é da Máfia Azul. A vítima foi alcançada e agredida com socos e chutes. Os quatro foram detidos, mas liberados, já que o torcedor cruzeirense não quis fazer uma representação contra os agressores. Segundo a Polícia Militar (PM), todos eles já têm passagem anterior por confrontos entre as agremiações.



As cenas de violência aconteceram no fim da tarde dessa segunda-feira. Às 17h25, câmeras do sistema Olho Vivo flagraram a movimentação de torcedores. Um homem de 36 anos, integrante da Máfia Azul, afirmou que desceu do ônibus quando foi surpreendido por três membros da Galoucura, com idades entre 30 e 36 anos.


O trio saiu de um carro e começou a perseguir o torcedor do Cruzeiro. As imagens mostram o homem correndo e sendo agredido por diversas vezes com socos e chutes. Ele chega a entrar em um táxi, mas é alcançado pelos rivais, que continuam as agressões.


De acordo com a PM, os quatro foram detidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil. Todos eles já têm fichas criminais por lesão corporal, rixa e vias de fato, ocorrências relacionadas a confrontos entre torcidas organizadas.


Segundo a Polícia Civil, o grupo foi levado para a delegacia de plantão para apuração dos fatos. O crime pelo qual eles responderiam precisa de representação por parte da vítima para continuar as investigações. Como o homem agredido não manifestou interesse de continuar com a denúncia, todos foram liberados.

Confronto recente


Esta foi a segunda ocorrência relacionada a torcidas organizadas em cinco dias. Na última quinta-feira, um tumulto com integrantes de uma agremiação do Cruzeiro foi flagrado no Barro Preto, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Imagens que circularam nas redes sociais mostraram dezenas de pessoas atacando um ônibus com pedras, pedaços de madeira e rojões. A Polícia Militar (PM) afirmou que o alvo deles eram torcedores atleticanos que seguiam para o Mineirão, onde o Atlético iria jogar. Aproximadamente 30 pessoas foram detidas. Bastões de madeira e até tacos de beisebol de alumínio também foram apreendidos.


Publicidade