Publicidade

Estado de Minas

Polícia prende suspeitos de fabricar drogas para festas na Região Centro-Sul de BH

Os tubos de lança-perfume tinham adereços de led que brilham e piscam no escuro, como enfeites e para potencializar o efeito psicodélico


postado em 24/09/2019 10:30 / atualizado em 24/09/2019 10:46

Polícia Civil apresentou o resultado da operação nesta terça-feira(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Polícia Civil apresentou o resultado da operação nesta terça-feira (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)


A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu dois homens suspeitos de fabricar e distribuir drogas apreciadas em festas e boates da Zona Sul de Belo Horizonte.

Durante investigações do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) sobre organizações criminosas especializadas no tráfico de entorpecentes foi detido Junio Vinícius Ferreira Guimarães, de 26 anos. Em sua casa, no Bairro Santo Antônio, foi descoberto um laboratório para a fabricação de lança-perfumes. Além dos químicos necessários para essa produção, foram encontradas várias outras drogas e informações que levaram a outro traficante.

Tubos de lança-perfume tinham adereços em led(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Tubos de lança-perfume tinham adereços em led (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Os tubos de lança-perfume tinham adereços de led que brilham e piscam no escuro, como enfeites e para potencializar o efeito psicodélico.

Também com o Junio, foram apreendidos 9,3 quilos de maconha e vários frascos de lança-perfume, sendo 40 cheios. O preço médio era de R$ 30 por frasco. A mulher dele, Cintia Martha Minguta Accioly, 37 anos, também foi presa

Nessa sequência, Márcio Gustavo Dias Naves, conhecido como Magu, de 40, foi preso perto a sua casa comercializando ecstasy. No imóvel forma encontrados 1.600 comprimidos da droga debaixo de uma cama Belize, dentro de uma caixa.



Publicidade