Publicidade

Estado de Minas

Surto de sarampo em Minas: casos da doença aumentam 44% em oito dias

Já são 26 casos confirmados da doença somente em 2019. Belo Horizonte já confirmou oito pessoas com sarampo


postado em 19/09/2019 13:53 / atualizado em 19/09/2019 17:41

Vacinas contra a doença estão a disposição da população gratuitamente(foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil )
Vacinas contra a doença estão a disposição da população gratuitamente (foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil )

Doença altamente contagiosa, o sarampo se espalha rapidamente por Minas Gerais. Em apenas oito dias, o número de casos aumentou 44% no estado. Já são 26 pessoas diagnosticadas com a moléstia, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). O levantamento considera seis casos em Belo Horizonte, mas a cidade já tem oito confirmações. Notificações já foram registradas em 86,5% dos municípios. Situação que pode ser ainda pior. Ainda estão sendo investigados 507 casos.  A vacina tríplice viral – que também protege contra a caxumba e a rubéola – está a disposição em todas as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Na semana passada, o Ministério da Saúde incluiu Minas Gerais na lista dos estados com surto ativo de sarampo. E o vírus continua infectando cada vez mais moradores. Em oito dias, foram confirmados oito novos casos da doença, passando de 18 para 26. A alta também pode ser vista nos casos suspeitos, que subiram 56,8%, de 288 para 507 notificações.


“Na maioria dos casos, uma segunda amostra de soro e também uma análise minuciosa das investigações são necessárias para elucidação definitiva. Vale ressaltar que em todos os casos suspeitos, o bloqueio vacinal (profilaxia pós exposição direta) deve ser realizado oportunamente em até 72 horas após o contato com o suspeito, ação que contribui para a interrupção da cadeia de transmissão e não aparecimento de casos secundários”, explicou a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). 


Somente nos últimos três meses, foram 22 casos confirmados em Minas. Segundo a SES,  “a maioria relacionada à importação do vírus de doentes que estiveram em cidades do estado de São Paulo”.

Os municípios com confirmações de pessoas com a doença são: Uberlândia (8), no Triângulo Mineiro; Juiz de Fora (3), na Zona da Mata;  Belo Horizonte (6); Betim (1), na Grande BH; Itaúna (1), no Centro-Oeste;  Pedralva (1), no Sul de Minas;  Uberlândia (1), no Triângulo;  e Unaí (1), no Noroeste.

Em todo o país, 3.909 casos foram confirmados de sarampo. Em uma semana, o aumento foi de 570 diagnósticos, segundo o Ministério da Saúde. O Pará passou a integrar a lista dos estados com transmissão ativa da doença. Ao todo, já são 17. Com o objetivo de reforçar as ações de imunização para o controle do surto e a interrupção da cadeia de transmissão do sarampo, a pasta liberou, nesta semana, um total de R$ 10,5 milhões para os estados com surto ativo da doença.

Jovens e adultos infectados


Por muitos anos, as crianças eram as mais atingidas pelo sarampo, que provocou milhares de mortes em todo o mundo. Mas, no avanço do vírus por Minas Gerais, a faixa etária mais atingida é diferente. Dos 26 casos confirmados no estado, 69,2% são de pessoas com idades entre 20 e 39 anos, sendo 18 no total. Entre crianças e  adolescentes, grupo de 0 a 18 anos, são apenas seis casos.

Especialistas apontam a baixa vacinação contra a doença como um dos motivos para o vírus atingir jovens e adultos.

(foto: Arte/EM)
(foto: Arte/EM)


Publicidade