Publicidade

Estado de Minas

PBH não emite mais guias do IPTU parcelado este ano: entenda a mudança

Última guia com códigos de barras das quatro parcelas restantes vem sendo enviadas para os contribuintes desde o início de setembro


postado em 12/09/2019 08:29 / atualizado em 12/09/2019 09:52

Para diretor da Secretaria Municipal de Fazenda, mudança gera economia para o contribuinte e reduz consumo de papel(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Para diretor da Secretaria Municipal de Fazenda, mudança gera economia para o contribuinte e reduz consumo de papel (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Os contribuintes de Belo Horizonte devem ficar atentos ao pagamento do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) 2019. A partir deste mês, não haverá envio das mensalidades de setembro a dezembro. As parcelas que faltam estarão em um único documento com códigos de barras para pagamento das quatro últimas parcelas do ano. 

Segundo a prefeitura, a nova guia começou a ser enviada em 2 de setembro. Para pagar, o cidadão deve usar os códigos de barra que estão no documento com vencimento em setembro, outubro, novembro e dezembro. Veja o modelo abaixo: 

Prefeitura divulgou modelo da nova guia do IPTU 2019 enviada aos contribuintes(foto: PBH/Divulgação)
Prefeitura divulgou modelo da nova guia do IPTU 2019 enviada aos contribuintes (foto: PBH/Divulgação)


Para o diretor de Lançamentos e Desonerações Tributárias da Secretaria Municipal de Fazenda, Ervio de Almeida, a medida significa economia para o contribuinte, já que a Taxa de Expediente no valor de R$ 4,60 só vai incidir sobre um dos pagamentos efetuados e não sobre os quatro, como ocorreria se as guias fossem enviadas separadamente pelos Correios. Além disso, considera uma medida ecologicamente correta porque reduz o consumo de papel. 

Nos códigos enviados na guia final do IPTU 2019 constam os valores a serem pagos em cada mês, de forma a garantir que o contribuinte fique em dia com o imposto e o quite até o fim do ano. “No documento segue, ainda, um código de barras para a quitação integral do imposto, válido até o dia 15 de setembro. O contribuinte que efetuar esse pagamento deverá desconsiderar as demais mensalidades, uma vez que já terá quitado eventual saldo devedor e todas as parcelas devidas do IPTU/2019”, explicou Almeida. 

Ainda de acordo com a prefeitura, para pagar um valor diferente daqueles dos códigos de barras, para consultar as atualizações do demonstrativo de pagamento de parcelas ou em caso de perda de prazo para pagamento, o contribuinte deverá emitir as novas guias em um dos meios disponibilizados pela Prefeitura: o PBH APP, a página do IPTU, o atendimento presencial do BH Resolve (Rua dos Caetés, 342, Centro) ou das regionais.


Publicidade