Publicidade

Estado de Minas

Tragédia de Matozinhos: após perseguição, suspeito de matar ex a facadas é preso

Homem tentou fugiu da polícia, mas foi perseguido e preso na BR-040, na altura de Felixlândia, na Região Central do estado


postado em 15/07/2019 21:11 / atualizado em 15/07/2019 21:35

O crime ocorreu na Rua Expedicionário Raimundo Nogueira, no Bairro Progresso(foto: Reprodução/Google Street View)
O crime ocorreu na Rua Expedicionário Raimundo Nogueira, no Bairro Progresso (foto: Reprodução/Google Street View)

 

Oficiais da 11ª Companhia Independente da Polícia Militar prenderam, na noite desta segunda-feira (15), Miquéias de Oliveira, de 32 anos, acusado de matar a ex-namorada na manhã desta segunda-feira. Segundo a PM, Karoline dos Santos, de 28, foi esfaqueada e teve o corpo queimado na Rua Expedicionário Raimundo Nogueira, no Bairro Progresso, em Matozinhos, na Grande BH.


Segundo o tenente Victor Santos, que participou da ocorrência que resultou na prisão, diversas forças de segurança participaram das buscas por Miquéias. Além da PM, as políciais Civil, Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF) se esforçaram para encontrar o suspeito. Houve, inclusive, diligências na casa de parentes do acusado.


Diante disso, na tarde desta segunda, os militares receberam uma informação da PF de que o acusado havia passado, com um carro modelo Ford Fiesta vermelho, por uma praça de pedágio da BR-040. De acordo com a PM, trata-se do pedágio 7, situado em Curvelo, na Região Central do estado.


De imediato, os militares se deslocaram para o local. Uma viatura ficou na praça de pedágio de Curvelo, enquanto outra circulava pelas imediações. Na altura de Felixlândia, também na Região Central, os militares avistaram o Fiesta em uma estrada vicinal situada no condomínio Lago dos Cisnes.


Ainda conforme o tenente Victor Santos, o acusado fugiu quando viu a polícia e ignorou as ordens de parada. Ele se deslocou rumo à BR-040 e fez diversas ultrapassagens perigosas na rodovia.


O carro de Miquéias de Oliveira só foi parado quando recebeu um tiro de fuzil no pneu. Neste momento, o tenente conta que os quatro militares participantes da ocorrência saíram da viatura e prenderam o acusado.


Novamente segundo a polícia, o suspeito será levado para a delegacia de Curvelo. O local onde ele foi detido está 160 quilômetros distante do endereço onde o crime ocorreu.

 

Faca apreendida

 

Depois de prender o suspeito, a polícia apreendeu uma faca que estava dentro do Ford Fiesta. Contudo, Miquéias nega que tenha usado o item para matar a ex-companheira.


Ele também disse que não tinha um destino programado e que rodava pela BR-040 sem um objetivo fixo. De acordo com a PM, o suspeito se apresentava bastante confuso no momento que foi detido.


O crime


A polícia estava à procura do suspeito desde a manhã desta segunda-feira, quando ele matou Karoline dos Santos em Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), ele é ex-namorado da vítima, que foi assassinada no meio da rua.


De acordo com a polícia, ela foi esfaqueada e teve o corpo queimado pelo homem, que fugiu em seguida. Quando os policiais chegaram ao local, ela estava caída no chão com o corpo protegido por cobertores.


Karoline chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi atendida por um médico, mas morreu. Segundo a PM, ela tinha perfurações no abdômen e queimaduras no pescoço e na cabeça.


Segundo informações obtidas pelo telejornal MGTV, da TV Globo, Karoline voltada da academia quando foi morta pelo ex-namorado, com quem se relacionou por quase três anos. Parentes da vítima disseram que o ex-casal teve um filho e o homem não aceitava o fato do filho viver com a jovem.


Áudios obtidos pela emissora teriam sido enviados pelo suspeito a uma amiga de Karoline. “Você não gosta de cobrir sua amiga? Vai enterrar ela agora lá”, disse.


A um amigo, o acusado enviou outra mensagem. “Fazer hora com minha cara ela não faz. Mais de um mês que eu não vejo o menino e ela fazendo gracinha todo dia. Todo sábado ela fala que vai deixar eu ver o menino e não deixa, aí domingo ela fala a mesma coisa e não deixa, pronto, agora não faz raiva mais”, reclama.

 

Com informações de Cristiane Silva 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade