Publicidade

Estado de Minas

Fuga e troca de tiros deixam dois mortos e dois feridos no Triângulo Mineiro

Suspeitos de cometer assaltos a ônibus na região fogem, atropelam motorista de escolta armada e trocam tiros com a polícia


postado em 30/07/2019 15:17 / atualizado em 30/07/2019 15:37

PRF apreendeu máscaras que seriam utilizadas em assaltos, luvas, rádios comunicadores, arma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e coletes balísticos(foto: PRF/Divulgação)
PRF apreendeu máscaras que seriam utilizadas em assaltos, luvas, rádios comunicadores, arma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e coletes balísticos (foto: PRF/Divulgação)

Uma perseguição na noite dessa segunda-feira resultou em dois mortos e dois feridos. A ação ocorreu na BR-050, entre Uberlândia e Uberaba, no Triângulo Mineiro. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista que fazia escolta armada de um ônibus morreu após ser atropelado. As outras três vítimas, que foram baleadas, seriam suspeitas de praticar assaltos na região.

Os policiais receberam a denúncia de que um veículo Palio com as mesmas características de um carro usado em assaltos na região circulava pela rodovia. Com apoio da Polícia Militar (PM), o carro teria sido visto seguindo um ônibus que era escoltado por um Fiat Uno.

A PRF afirma que, ao avistar a viatura da polícia, os ocupantes do Palio tentaram fugir em alta velocidade em direção a Uberaba. O homem que dirigia o Fiat Uno (que fazia escolta armada) pulou do veículo em movimento, quando foi atropelado pelo Palio, segundo a polícia.

Após o atropelamento, os coupantes do Palio teriam iniciado a troca de tiros com a viatura da PRF. Os três assaltantes, de 23, 26 e 48 anos, que estavam no veículo foram atingidos. Eles foram levados para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). Um deles morreu. Os outros dois foram detidos sob custódia no mesmo hospital.

O motorista da escolta armada também foi encaminhado para o HC-UFTM, onde faleceu devido aos ferimentos.

Segundo a PRF, os assaltantes e o Palio foram reconhecidos por populares que presenciaram o ocorrido e que haviam sido assaltados pela quadrilha. Dentro do carro os policiais apreenderam máscaras que seriam usadas em assaltos, luvas, rádios comunicadores, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e coletes balísticos.
 
* Sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


Publicidade