Publicidade

Estado de Minas

'Despejado' por obra, Santo Expedito leva advertência e terá de voltar à igreja

Imagem ficou instalada na Avenida Cristiano Machado por três dias e prefeitura pediu para retirá-la


postado em 08/07/2019 18:26 / atualizado em 08/07/2019 22:56

Imagem de 3 metros e meio de altura instalada na Avenida Cristiano Machado, altura do Bairro Heliópolis, Região Norte de BH(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Imagem de 3 metros e meio de altura instalada na Avenida Cristiano Machado, altura do Bairro Heliópolis, Região Norte de BH (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)

Uma imagem de Santo Expedito com quase quatro metros de altura no canteiro central da Avenida Cristiano Machado chama atenção de quem passa pelo local. Erguida desde o último sábado no Bairro Heliópolis, na Região Norte de Belo Horizonte, a imagem deve ser retirada ainda nesta segunda-feira, por solicitação da prefeitura.

A imagem pertence à igreja de mesmo nome, localizada no trevo do Bairro Guarani. Segundo o padre responsável pela paróquia, a peça não ficaria entre o vaivém de carros por muito tempo. “A gente está fazendo uma reforma na igreja. Ia ficar por lá só até a reforma acabar, cerca de 30 dias”, disse o padre Domingos Sávio.

O sacerdote contou que, nesta segunda-feira, a Regional Norte da prefeitura o procurou e informou que, se a imagem não for retirada, a igreja pode ser multada em torno de R$ 8 mil. Para evitar problemas, Domingos Sávio lamentou e afirmou que a imagem será retirada a noite.

Um caminhão especial precisou ser contratado para transportar a imagem do santo, que pesa cerca de uma tonelada. “Agora vamos ter que arrumar um lugar para ela na igreja. Ainda estamos vendo onde vai ser”, disse o padre.

Imagem

O monumento, esculpido por Afonso Barra, mineiro de Três Corações, no Sul de Minas, foi instalado inicialmente em uma capela no trevo de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o padre, a imagem teve de sair de lá por causa de uma infestação de pombos. 

Igreja

A igreja, fundada por Domingos Sávio há 16 anos, não pertence à Arquidiocese de Belo Horizonte, que segue os ritos do Vaticano. A paróquia da Avenida Cristiano Machado pertence a uma corrente independente, denominada Igreja Católica Carismática.

Fiéis

Durante o pouco tempo em a imagem ficou instalada na Avenida Cristiano Machado, fiéis que passaram por lá relataram que foram abençoados pelo santo das causas justas e urgentes. “Os fiéis ficavam encantados. Um amigo meu de longe até me ligou para falar que viu Santo Expedito e ficou emocionado”, contou o padre.

Memória

A igreja sofreu com vandalismo por duas vezes em uma imagem menor, de quase dois metros de altura, que fica na porta da paróquia. 


No ano seguinte, a imagem voltou a ser alvo de vandalismo. A escultura foi coberta de pichações e, no pedestal, os dizeres “Padre, você vai morrer”. O portão da igreja também foi pichado.
 

* Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade