Publicidade

Estado de Minas

Fiéis celebram Dia de Santo Expedito em BH


postado em 19/04/2011 11:07 / atualizado em 19/04/2011 14:14

Cerca de 10 mil devotos da Região Metropolitana de Belo Horizonte e de diversas cidades do interior de Minas devem lotar nesta terça-feira a Capela Curial de Santo Expedito, na capital, para participar das comemorações do Dia de Santo Expedito, padroeiro das causas urgentes, dos militares, dos estudantes e dos viajantes. Segundo o capelão da Capela Curial, padre Geraldo Magela da Silva, o santo, que era chefe da 12ª Legião Romana, deu um testemunho de fé. “Ele era um soldado que sempre tentava converter as pessoas. Os superiores dele no Exército lhe ofereceram uma promoção, mas em troca ele deveria negar a fé e desistir do processo de conversão. Ele não aceitou e foi torturado pela primeira vez, com vara. Ainda assim ele não negou a fé e, depois, foi martirizado, no ano de 303”, explica.

O padre Geraldo Magela afirma que ele levou seu testemunho de fé adiante, mesmo sendo perseguido e torturado. “Por isso dizemos que ele uniu o sangue dele que foi derramado ao sangue de Cristo”, ressalta. Conforme o capelão, o santuário hoje será um ponto de fé e devoção. Haverá pessoas para agradecer e pedir graças, bem como para cumprir promessas e dar testemunhos. “A maioria dos devotos é da Grande BH, mas teremos fiéis do interior, que alugaram ônibus para vir para a festa de Santo Expedito”, conta.

Horto

Pelo décimo ano consecutivo, a data também será celebrada por um grupo de devotos do santo que pertence à Paróquia Bom Jesus do Horto, na Região Leste de Belo Horizonte. De acordo com o coordenador do grupo, Oswaldo Pimentel, são aguardadas cerca de 1.500 pessoas. “No ano passado houve a participação de aproximadamente 2 mil fiéis”, declara. Oswaldo Pimentel conta que serão distribuídas mil camisas com a imagem de Santo Expedito, sendo 500 brancas e 500 amarelas. “Todos estão convidados para a festa”, convida.


Publicidade